VÍDEO: De volta a Campo Grande, Bernal anuncia: “Estarei no desfile de 26 de agosto”

DSC_0005O prefeito Alcides Bernal (PP) – reconduzido ao cargo após decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que acatou recurso da defesa do progressista que requeria à invalidação da votação que lhe tirou da cadeira do Executivo Municipal no dia 13 de março do ano passado, com 23 votos a favor e 6 votos contra – desembarcou no Aeroporto Internacional de Campo Grande por volta das 19h45 e foi recebido por partidários, simpatizantes e imprensa.

Um número considerável de populares acompanharam o prefeito até o embarque em um automóvel, não sem que antes o próprio Bernal afirmasse que se dirigiria ao Fórum de Campo Grande, em um ato muito mais simbólico e político do que exatamente em cumprimento a algum rito jurídico.

No desembarque tumultuado, o prefeito falou brevemente à reportagem do Página Brazil, agradecendo e parabenizando “à Justiça, ao Gaeco (Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado), do MPE (Ministério Público Estadual) e à Polícia Federal pelo trabalho” e declarou ainda que “a Justiça foi feita.”

Bernal ainda afirmou que estará amanhã no palanque durante o tradicional desfile em comemoração ao aniversário de Campo Grande, que nesta quarta-feira (26), completa 116 anos. “Eu estarei lá. É o aniversário de Campo Grande.” Veja o vídeo:

Na segunda-feira (24), em entrevista por telefone ao portal Página Brazil, Alcides Bernal falou sobre sua expectativa quanto a uma votação favorável, pelo Tribunal de Justiça de Mato do Sul, do recurso em que pediu a anulação da decisão legislativa que cassou seu mandato.

Durante a entrevista, Bernal afirmou que esperava “que o Judiciário fizesse efetivamente justiça, cumprisse seu dever e sua obrigação constitucional. A população está consciente da corrupção que atingiu esses vereadores”, disparou.

Ao final da entrevista, Bernal reiterou: “Espero que o Judiciário cumpra sua função”, defendendo que “ele [Gilmar Olarte] só continuava na prefeitura porque a Justiça ainda não havia julgado o recurso; que acreditava que o TJMS decidiria de acordo com o que já havia indicado no julgamento feito em primeira instancia” e que confiava nas instituições. “Eu acredito na seriedade da Justiça e acredito que amanhã será feito justiça aos 272 mil campo-grandenses que nos levaram à prefeitura”, concluiu.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários