Vereador é preso em flagrante depois de agredir e ameaçar matar esposa

O vereador de Coxim, Algemiro de Souza, de 62 anos, foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (10), depois de agredir e ameaçar matar sua esposa, M.L.S., de 41 anos, com quem convive há muitos anos. A informação é da delegada Sandra Regina Simão de Brito, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher).

Foto: Angela Bezerra
Foto: Angela Bezerra

Conforme a delegada, o parlamentar só deixará a prisão depois de pagar fiança, cujo valor ainda não foi arbitrado. Mesmo que pague o valor, Algemiro vai responder por ameaça, vias de fato e violência doméstica. Enquanto o processo rola, a vítima deve receber medida protetiva para garantia de sua integridade física.

Segundo o site Edição de Notícias, as mensagens no celular da dona de casa teriam desencadeado a crise, que começou no dia anterior e se arrastou durante a noite, acabando em agressões, ameaças e prisão do autor. Ela contou à polícia que por conta dessas mensagens tem sido aterrorizada pelo marido.

A vítima teria relatado à polícia que Algemiro perdeu a cabeça, passou a agredí-la fisicamente apertando seu pescoço, dizendo que iria matá-la com uma barra de ferro e tomar seus filhos. Nesta quarta, acompanhado da esposa, o vereador teria procurado uma loja no centro para tentar ler as mensagens, mas ela conseguiu pegar o celular e jogou fora.

O casal voltou para casa e as discussões e ameaças recomeçaram, até que uma testemunha acionou a Polícia Militar. Ao tomarem conhecimento dos fatos, os militares apreenderam a barra de ferro, de aproximadamente 1,50 metros e encaminharam o vereador e a esposa para a delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

Algemiro alegou que o celular pertence a ele, está em seu nome, e que apenas quer o aparelho de volta.

Comentários

comentários