Venezuela: ministro da Defesa fala em golpe de Estado “em marcha”

maduro_2O ministro venezuelano da Defesa, Vladimir Padrino López, disse nesse domingo (24) que há um golpe de Estado em marcha no país, com origem no exterior, para derrubar o governo do presidente Nicolás Maduro.

“Há um golpe de Estado em marcha, de fora e com ligações internas”, denunciou o general Vladimir López, em entrevista ao canal privado de televisão Televen.

Segundo o ministro, o golpe de Estado é apoiado por meios de comunicação social, por políticos espanhóis, pelo Parlamento europeu e por porta-vozes dos Estados Unidos, depois de o presidente norte-americano, Barack Obama, ter dado “luz verde” para o governo da Venezuela ser considerado “ilegítimo”.

Vladimir Padrino López afirmou que a realidade venezuelana é muito complexa, que há uma política de desgaste que tenta minar as Forças Armadas Venezuelanas (FAV) e o que elas representam para o Estado e a sociedade.

“Estamos tomando medidas para que as FAV se convertam numa muralha, para pôr fim a todas as ameaças internas e externas”, disse. Ele considerou “uma apreciação errada, desproporcional, perversa, mesquinha e tendenciosa” afirmar que as FAV e o Supremo Tribunal de Justiça “apoiam o governo”, porque são duas instituições a serviço do país.

Segundo López, “o governo apoia-se na eleição popular”. Ele disse que as Forças Armadas garantem a instituição da democracia, que elas observam quais são as ameaças para depois atuar”.

Vladimir Padrino López apelou à “concórdia” entre os venezuelanos. (Da Agência Lusa com Agência Brasil).

Comentários

comentários