Vasco vai a 99% de risco de cair;Timão tem 81% de chances de título

Os caminhos de cada clube no Campeonato Brasileiro ficaram cada vez mais configurados depois da 22ª rodada. Após a goleada por 6 a 0 sofrida para o Internacional e sem vencer há oito partidas, o Vasco alcançou 99% de risco de voltar à Série B em 2016.

Técnico Tite do Corinthians (Foto: Globo Esporte)
Técnico Tite do Corinthians (Foto: Globo Esporte)

Na parte de cima da classificação, com a quinta vitória seguida na competição, o Corinthians abriu seis pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG e agora conta com 81% de chances de levantar a taça. Os cálculos são do matemático Tristão Garcia.

Com a situação vascaína muito perto de ser concretizada, as outras três vagas para a segunda divisão nacional estão pelo menos entre 15 clubes. Os demais integrantes do Z-4 não venceram na rodada. O Joinville tem 73% de risco, o Avaí foi a 53% e o Coritiba a 48%. Primeiro fora da zona, o Goiás aparece com 34%. Com a vitória por 2 a 1 sobre a Ponte, o Cruzeiro respirou e tem 22%.

Os outros times que ainda possuem risco de rebaixamento são Figueirense (26%), Ponte Preta (21%), Chapecoense (11%), Internacional (4%), Sport (3%), Flamengo (2%), Santos (1%), Fluminense (1%), Palmeiras (1%) e São Paulo (1%).

Timão isolado

Na parte superior da tabela, o Corinthians está mais próximo de levantar a taça. Atrás dele, Atlético-MG e Grêmio, que venceram na rodada, estão igualados com 8% de chances cada. Atlético-PR, São Paulo e Palmeiras têm 1%. A disputa pelo caneco fica restrita a esses seis times.

Vaga na Libertadores

O Corinthians está com um pé na Libertadores de 2016. O Timão, líder isolado com 49 pontos, conta com 99% de chances de terminar entre os quatro melhores. Atlético-MG e Grêmio estão com 81% e 80%, respectivamente. Após derrotar o Galo por 1 a 0, fora de casa, o Atlético-PR alcançou os 35% de chances de ir à competição continental.

Um trio paulista e uma dupla carioca estão em seguida: São Paulo (24%), Palmeiras (19%), Santos (17%), Fluminense (15%) e Flamengo (14%). A disputa pelo G-4 tem ainda mais seis equipes: Sport (6%), Internacional (5%), Chapecoense (2%), Ponte Preta (1%), Figueirense (1%) e Cruzeiro (1%).

Segundo o site InfoBola, de Tristão Garcia, para o cálculo das chances são levados em conta o mando de campo dos jogos e o retrospecto dos times no campeonato. Além da pontuação ou aproveitamento, o sistema também compara a dificuldade dos confrontos de cada equipe, avaliada em função dos adversários e do fator casa.

GLOBOESPORTE.COM

Comentários

comentários