Vale Universidade divulga lista de pré-habilitados

Maracaju-em-foco103679af28478e1954c0624d3685ea78O Programa Vale Universidade divulga, nesta quinta-feira (3), lista de acadêmicos pré-habilitados para a seleção da Edição Verão 2016. No total, foram 3.623 mil inscritos no processo seletivo e destes, 2.108, apresentaram as documentações necessárias para a realização das inscrições em conformidade com edital lançado pela Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast). As inscrições aconteceram entre primeiro de fevereiro a primeiro de março.

Na Edição Verão 2015; houve um total de inscritos de 3.206 acadêmicos, enquanto as duas edições do ano passado (Verão e Inverno) contabilizaram 5.071 acadêmicos. “Batemos recorde esse ano de inscrições e também de pré-habilitados. A projeção é que a Edição de Inverno (julho e agosto) também receba mais inscrições. Cada vez mais temos a convicção de que a educação é a chance que as pessoas têm para transformar este estado num lugar cada vez melhor. Com esta bolsa, é possível oportunizar a chance de cursar faculdade àquelas pessoas em risco social”, descreveu a vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto, pasta que gerencia o Vale Universidade.

Cerca de 2 mil alunos em todo o Mato Grosso do Sul  utilizam a bolsa universitária onde o estudante paga apenas 10% da mensalidade; ficando sob a responsabilidade do Governo 70% do custo e 20% para universidade. Nesta edição, estão disponíveis aproximadamente 500 vagas.

Os pré-selecionados devem agora apresentar pessoalmente toda a documentação descrita na sede do Vale Universidade em Campo Grande e nos polos no interior. (Confira a lista de endereços no site:www.sedhast.ms.gov.br).

No próximo dia 16 de março, a lista com o nome dos selecionados para a edição Verão do Vale Universidade será publicada em Diário Oficial e no dia 18, haverá a assinatura dos termos com os acadêmicos. A bolsa universitária já será depositada para o mês de março.

Sobre o Vale Universidade

Para candidatar-se ao Vale Universidade, o acadêmico deve estar matriculado em instituição de ensino no Estado que tenha convênio com o programa. Em MS, a grande parte das instituições estão conveniadas, com exceção dos cursos à distância. O aluno deve ter renda individual máxima de R$ 1.448,00 enquanto a familiar não pode ultrapassar R$ 2.896,00.

Além de entidades privadas, o programa também atende acadêmicos de universidades públicas com repasse de valor para despesas do estudante. O valor é calculado pela média da mensalidade do curso em outras universidades.

O Programa Vale Universidade foi instituído como Lei em 2009, mas já existia em gestões anteriores. O objetivo maior é auxiliar os estudantes já matriculados em instituições do ensino superior que não possuem renda para custear as mensalidades. Em contrapartida o acadêmico deve dispor-se a estágio com 4 horas diárias, 5 dias na semana, em órgãos públicos e OnGs.

Confira aqui a lista dos pré-habilitados aqui.

Comentários

comentários