Vacinação contra a gripe começa dia 18 de abril; confira se você pode ser imunizado

Michael Franco com informações da Assessoria Municipal

Começa no próximo dia 18 a Campanha de Vacinação contra a Gripe, com objetivo de imunizar 197.737 pessoas do grupo de risco em Campo Grande. A Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica (CVE), elaborou um cronograma para atender em todas as unidades básicas de saúde (UBS e UBSF) da Capital.

Segundo recomendação do Ministério da Saúde (MS), indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade, os funcionários do sistema prisional e professores (público ou privado) do ensino básico, médio e superior, devem receber as doses.

Pelo cronograma de vacinação, na primeira semana da campanha, de 18 a 22 d abril, serão imunizados, exclusivamente, os profissionais de saúde e crianças menores de 2 anos. Na segunda semana, de 24 a 29/04, a prioridade são as gestantes, puérperas e menores de 5 anos, e a partir de 02 de maio, os demais grupos. A vacina estará disponível em todas as 65 as UBSs e UBSFs.

Este ano, o Dia D acontece no sábado, dia 13 de maio, e vai contar com postos de vacinação nas UPAs Leblon, Santa Mônica e Vila Almeida além das UBSs e UBSFs. O posto de vacinação da Praça Ary Coelho vai funcionar de 08 a 20 de maio, e integrará a mobilização do Dia D.

Para receber a dose, todos os indivíduos do grupo de risco devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação.

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; e os indígenas: cadastro na SESAI.

O controle mais rigoroso para imunizar as pessoas do grupo de risco é para atender as recomendações do MS, que não irá disponibilizar doses extras. Além disso, para cada semana que antecede o Dia D, as doses são exclusivas para a população estabelecida no cronograma.

“Pedimos a compreensão da população do grupo de risco para respeitar o cronograma de vacinação e providenciar os documentos exigidos. Somente assim, poderemos garantir que todos sejam imunizados de forma segura, transparente e sem os tumultos vistos em edições anteriores”, disse a coordenadora da CVE, Mariah Barros.

A quantidade de doses destinadas para Campo Grande foi estabelecido pelo MS com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e considera a população elegível ou do grupo de risco.

Para dar maior transparência e controle das doses, um balanço será divulgado semanalmente, a fim de informar a população. Além disso, os gerentes das UBSs e UBSFs serão os responsáveis pelo controle das doses nas unidades.

19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza de 18/04 a 20/05

Grupo Elegível

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes;
  • Puérperas (até 45 dias após o parto);
  • Profissionais de Saúde;
  • Povos indígenas;
  • Idosos com 60 anos ou mais de idade;
  • Adolescentes de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;
  • Portadores de doença crônica não transmissível e outras condições clínicas especiais (conforme indicação do Ministério da Saúde).
  • Professores (público ou privado): do ensino básico, ensino médio (regular, especial e educação de jovens e adultos) e do ensino superior.

Observação: Nenhum grupo que não esteja entre os grupos elegíveis do Ministério da Saúde será vacinado.

Todos devem apresentar:

  • Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia);
  • Documento pessoal de identificação;
  • Caderneta de vacinação.

Grupos específicos devem apresentar, além do Cartão SUS, documento pessoal e caderneta de vacinação:

  • Profissionais de saúde: carteira de conselho ou holerite;
  • Gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação;
  • Indígenas: cadastro na SESAI.
  • Doentes crônicos: cópia de laudo médico ou equivalente (do ultimo ano), para arquivo na unidade;
  • Professores: holerite atualizado.

Locais de Vacinação:

  • 65 Unidades de Saúde da Atenção Básica (UBS e UBSF);
  • Praça Ary Coelho (de 08/05 a 20/05/17) – Trailer

Dia D – 13 de Maio

  • Em todas as Unidades de Saúde da Atenção Básica, na Praça Ary Coelho (de 08/05 a 20/05/17) com um trailer e nas UPAs Leblon, Santa Mônica e Vila Almeida.

Cronograma de vacinação:

  • A partir do dia 18/04 – Profissionais de saúde e crianças menores de 2 anos.
  • A partir do dia 24/04 – Gestantes, puérperas e menores de 5 anos.
  • A partir do dia 02/05 – Demais grupos.
  • 13 de Maio – dia D (Sábado) – todos os grupos.
  • Encerramento previsto: 26/05.

Previsão de doses entregues pelo Ministério da Saúde (MS)

  • As doses são entregues semanalmente e o total previsto é de 200 mil. O MS se baseia na população elegível segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Comentários

comentários