Vacina contra gripe falta em postos da capital e acaba em Dourados

A procura da vacina contra gripe em alguns municípios de Mato Grosso do Sul foi maior do que o previsto. Em Campo Grande, a população não acha a vacina em alguns postos de Saúde. Na segunda maior cidade do estado, Dourados suspendeu a campanha com o fim das doses no primeiro dia da campanha que iniciou no sábado (30).

Falta vacina na capital, diz SES (Foto: TV Morena)
Falta vacina na capital, diz SES (Foto: TV Morena)

Segundo a assessoria da SES (Secretaria do Estado de Saúde), ainda falta ser enviada a metade das doses previstas. Enviar por lotes foi uma forma encontrada pelo governo para garantir que as doses cheguem a todos os destinos. A estimativa é receber 720 mil doses para imunizar 680 mil pessoas do grupo de risco no estado.

A capital sul-mato-grossense recebeu 80 mil doses para o dia D. Em muitos lugares, as doses acabaram no sábado e, nesta segunda-feira (2), amanheceram sem a vacina. A meta é imunizar 180 mil pessoas.

A dona de casa Célia Maria da Cruz fez uma peregrinação até encontrar uma unidade de Saúde com vacina. “Los Angeles, aí nós fomos para Moreninha e da Moreninha mandou vir para o Tiradentes”, disse a dona de casa.

O aposentado Noedi Leite Laranjeira só conseguiu se imunizar na segunda vez que foi ao posto do bairro Tiradentes. “De manhã não tinha. [À tarde] já encontrei a vacina, já fui vacinado”, contou aliviado.

Em outra região da capital, a reposição foi feita no período da tarde. A cozinheira Laurinda Barbosa foi ao posto de saúde do bairro Guaicurus e teve de esperar cerca de 40 minutos. “Eles estavam contando das doses da vacina, né? Para depois liberar”, pontuou.

A situação na segunda maior cidade do estado é pior. Dourados suspendeu a campanha de vacinação porque as doses enviadas pelo Ministério da Saúde acabaram no sábado. A meta do município é proteger 66 mil pessoas, mas foram enviadas 28 mil doses.

Segundo a chefe do setor de imunização, Carla Cristiana, o estoque está zerado no setor de imunização do município. Ela prevê que devem chegar 100 vacinas para cada unidade de Saúde na próxima quarta-feira (4). (Com Informações G1)

Comentários

comentários