Traficante amputado usa carro não adaptado e mata idosa no Jardim Tijuca

Alberta Velasques, de 61 anos, morreu na noite de ontem (13), após ser atropelada por Jefferson Graciano do Nascimento de 30 anos, no bairro Tijuca.

Foto Reprodução TV Morena
Foto Reprodução TV Morena

 

O condutor do veículo é foragido da Justiça pelo crime de tráfico de drogas, não tem uma perna e estava dirigindo o carro GM Monza não adaptado.

A idosa seguia com o neto de 4 anos pela rua Bororó, eles retornavam de uma igreja quando foram foram atingidos pelo veículo. As vítimas foram socorridos e encaminhados à Santa Casa, mas a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu. Já o neto, chegou a ser internado, mas teve alta médica.

Jefferson foi preso minutos depois, em endereço perto do local do acidente.

FORAGIDO

De acordo com informações da Polícia Civil, contra Jefferson havia mandado de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi submetido a exame de bafômetro que apontou 0,70 miligrama de álcool por litro de sangue, enquanto que a Lei Seca tem tolerância zero para a ingestão de bebidas alcoólicas.

Jefferson foi preso em flagrante e indiciado pelo crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor qualificado por falta de habilitação, já que ele não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e embriaguez ao voltante. Também por lesão corporal por conta dos ferimentos provocados no menino.

Comentários

comentários