Torcida empurra, Flamengo vence a Chapecoense e alivia a pressão

O que houve de importante realmente na noite deste sábado no Maracanã foi a vitória de 1 a 0 sobre a Chapecoense, a primeira do Flamengo no Brasileiro, aliviando um pouquinho a situação do clube carioca no campeonato, após seis partidas. Destaque também para a presença da torcida. Pois o time da Gávea voltou a mostrar os problemas de sempre, basicamente na criatividade e nas finalizações, diante de um adversário que chutou a única vez com perigo na direção de Paulo Victor aos 41 minutos do etapa final.

Flamengo x Chapecoense (Foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)
Flamengo x Chapecoense (Foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)

O Flamengo começou buscando o gol, e a catarinense, como previsto, na retranca, sem tentar sequer os contra-ataques, tanto que não ameaçou em momento algum antes do intervalo. E apesar das limitações habituais, notadamente no meio, o Rubro-Negro teve pelo menos três boas oportunidades, a melhor numa cabeçada de Wallace, escorando escanteio cobrado por Canteros. A etapa derradeira não trouxe qualquer novidade.

A Chapecoense permaneceu fechada, sem preocupação com o jogo ofensivo, e o Flamengo prosseguiu com a posse da bola, martelando, mas repetindo os cruzamentos, o que o levava a continuar esbarrando, como antes, na barreira verde. Aos 18 minutos, Vílson recebeu o cartão vermelho, após empurrar Marcelo Cirino por trás, impedindo que o atacante invadisse a área livre. Aos 19 minutos, e de tanto insistir nos levantamentos, Danilo rebateu um deles – de Luiz Antônio cobrando falta – mal, para Gabriel apanhar a sobra e acertar o lado esquerdo do goleiro: 1 a 0.

Aos 29, a Chapecoense trocou Bruno Silva e Wagner respectivamente por Abuda e Maranhão, sem que as mudanças surtissem efeito. Difícil é entender as substituições de Cristóvão Borges, sacando Gabriel e Jonas, lançando Frauches e Paulinho. Samir saiu machucado. Após o gol, o Flamengo diminuiu o ritmo, e deixou até o time catarinense acertar o pancadão, de Apodi, que Paulo Victor defendeu. Mas a vitória foi justa.

O problema agora será vencer o Coritiba no Paraná.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 1 X 0 CHAPECOENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 6/6/2015 – 18h30
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Renda/Público: R$ 619.907,50/ 16.960 pagantes
Cartões Amarelos: Marcelo Cirino
Cartões Vermelhos: Vilson
GOLS: Gabriel (19’/2ºT)

FLAMENGO: Paulo Victor; Luiz Antonio, Wallace, Samir (Bressan, 39’/2ºT) e Pará; Jonas (Frauches, 35’/2ºT) e Marcio Araújo; Marcelo Cirino, Canteros e Gabriel (Paulinho, 27’/2ºT); Eduardo da Silva – Técnico: Cristovão Borges.

CHAPECOENSE: Danilo, Apodi, Rafael Lima, Vilson e Dener; Bruno Silva (Abuda, 28’/2ºT), Elicarlos, Gil e Wagner (Maranhão, 28’/2ºT); Ananias (Neto, 20’/2ºT) e Edmilson – Técnico: Vinícius Eutrópio.

LANCEPRESS!

 

Comentários

comentários