Torcida Camisa 12 é condenada por homofobia

Uma das torcidas organizadas do Corinthians, a Fiel Torcida Jovem Camisa 12, foi condenada por homofobia contra o atleta Emerson Sheik, da própria equipe. A informação é de Mônica Bergamo, colunista da BandNews FM.

Selinho de Emerson Sheik em um amigo Band.com.br
Selinho de Emerson Sheik em um amigo Band.com.br

A pena será o pagamento de uma multa no valor de R$ 20 mil por manifestações contra o atacante alvinegro, em 2013, quando ele postou em uma de suas redes sociais uma foto dando um “selinho” em um amigo.

Na época, torcedores ergueram faixas num treino com frases como “veado não aceitamos” e o presidente da Camisa 12 exigiu que Sheik se desculpasse.

A Camisa 12 nega a prática de ato discriminatório e diz, na defesa, que as manifestações foram contra o fato de o jogador, ao ser substituído num jogo, ter “desrespeitado companheiros de clube, o técnico e a torcida”.

Sheik até se defendeu na época, destacando: ‘Sou homem para c…’

Sem Emerson Sheik, suspenso, Corinthians perdeu para o Guarani por 2 a 0, em Assunção, no primeiro jogo das oitavas da Libertadores.

O Timão volta a campo pela competição sul-americana, na próxima quarta-feira, na Arena Corinthians e precisa vencer por três gols de diferença para avançar. Se ganhar por dois, a disputa da vaga vai para os pênaltis.

BAND

Comentários

comentários