Torcedores do Fla quebram carro de zagueiro após final do basquete

A crise do Flamengo parece não ter fim. Até mesmo longe dos campos. Nesta quinta-feira (26), o zagueiro César Martins sentiu de perto os problemas do clube. Após tentar – sem sucesso – acompanhar a final do NBB entre Flamengo e Bauru na Arena Carioca 2, o jogador foi perseguido por torcedores rubro-negros e teve seu carro parcialmente danificado.

César Martins foi alvo da ira de torcedores do Flamengo durante jogo de basquete (Foto: UOL)
César Martins foi alvo da ira de torcedores do Flamengo durante jogo de basquete (Foto: UOL)

César se dirigiu a um supermercado próximo à arena, onde tinha estacionado o veículo, quando percebeu a presença de torcedores exaltados. Segundo relatos de pessoas presentes, os fãs ofenderam César, que não gostou e respondeu. Foi, então, que um grupo começou a dar socos e pontapés no carro, tacou latas de cerveja e quebrou um vidro.

A informação foi confirmada por familiares de César Martins, que estava acompanhado da esposa e do filho de apenas quatro meses. Os três não foram agredidos e conseguiram deixar o local rapidamente.

No início da madrugada desta sexta, o jogador se pronunciou sobre o caso no Twitter: “Infelizmente, alguns marginais tentaram me agredir, quebraram o vidro do meu carro onde estavam minha esposa e meu filho pequeno. Sei que essas pessoas não podem ser chamadas de torcedores. Felizmente apesar do susto estamos bem!!! Em momento algum disse que não jogo mais pelo Flamengo, estou à disposição do clube como sempre estive. Aceito as críticas e as cobranças de forma saudável sempre, mas agressão não é coisa de torcedor, é coisa de marginal. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio, preocupação e carinho. Infelizmente não consegui acompanhar o Flabasquete [sic], tentei entrar, mas já estava fechado”.

Apesar de toda confusão, César Martins decidiu não registrar nenhum tipo de queixa na delegacia. O jogador ainda informou a pessoas próximas que treinará normalmente nesta sexta-feira.

Após ser afastado do elenco, César foi reintegrado nesta quinta, após a lesão de Juan que afastará o titular dos gramados por um mês. O Flamengo também já tinha perdido o defensor Wallace e ficou sem opções para o setor.

Mais confusões

As cobranças a Cesar Martins não foram as únicas. Dentro da Arena Carioca 2, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, também foi muito questionado pelos rubro-negros. Os mais exaltados xingavam o mandatário e seus filhos, dando trabalho aos seguranças presentes.

Comentários

comentários