Tite vê possibilidade de encaminhar título com empate no Independência

Tite pediu reiteradas vezes que houvesse muito cuidado na reprodução de suas frases antes de admitir que não perder para o Atlético-MG, no domingo, deixará a conquista do Campeonato Brasileiro encaminhada pelo Corinthians. Um empate basta ao líder para, a cinco rodadas do final, manter em oito pontos a distância sobre o segundo colocado.

Tite quer título no independência (Foto: Gazeta Esportiva)
Tite quer título no independência (Foto: Gazeta Esportiva)

“Para nós, tem uma possibilidade real. Cuidado com minhas palavras. Não vá pegar e botar fora de contexto. Mas a gente encaminha jogando bem e fazendo um bom resultado. Bom resultado é vencer. Outro é empate. Encaminha o título por estarmos enfrentando o adversário direto na briga”, afirmou, recusando-se a adotar a estratégia de quebrar a pressão de um jogo decisivo.

“Estamos pressionados, sim. Pressionados pela ambição da campanha. Criamos a oportunidade real de encaminhar o campeonato com um bom resultado. A vitória ou o empate nos encaminha o título, temos essa consciência. Criamos a responsabilidade e não vamos apagar. É real. É palpável. É domingo, 17 horas”, comentou o gaúcho.

Apesar de ver o empate como um resultado suficiente no em Belo Horizonte, Tite fez questão de dizer que o Corinthians não jogará por esse resultado no estádio Independência. Chegando a manifestar encantamento com o futebol bonito enxerga por vezes em sua equipe, ele cobrou um bom desempenho também na decisão.

“Primeiro, é desempenho. Não consigo conceber o resultado por si só. O resultado só vem se você tem um bom desempenho. Eventualmente, sem jogar bem, você consegue o resultado, mas isso é eventual, circunstancial”, disse o treinador, disposto a voltar de Minas Gerais com o troféu encaminhado.

“Pode encaminhar. Liquidar, não liquida. O que a gente tem claro é a grandeza do jogo. Temos a possibilidade de vencer ou empatar, porém jogando bem. Não pode competir menos. Compete leal”, bradou, antes de concluir: “Quem criar para fazer gol, quem for a equipe mais coesa e competitiva vai vencer”.

Globoesporte

 

Comentários

comentários