Tite estreia em Superclássico com histórico de ‘carrasco de argentinos’

O técnico Tite avisou que o jogo desta quinta-feira é o mais importante, e também difícil, de sua por enquanto ainda curta passagem pela seleção brasileira. No entanto, o treinador não tem tanto com o que se preocupar, ao menos se analisado seu histórico contra argentinos.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Desde 2001, em sua passagem pelo Grêmio, Tite já esteve em 16 embates diretos contra equipes do país vizinho. Venceu onze. Perdeu apenas uma.

Foi contra argentinos, por exemplo, dois dos seus principais títulos da carreira: a Sul-Americana de 2008, pelo Internacional, contra o Estudiantes, e a Libertadores de 2012, pelo Corinthians, contra o Boca Juniors.

Os nove primeiros duelos entre Tite e argentinos – por Grêmio e Internacional – renderam ao comandante nove triunfos, entre 2001 e 2008. As vítimas foram River Plate (quatro vezes), Talleres, Boca Juniors (duas vezes cada) e Estudiantes (uma vez). O décimo duelo foi o empate contra a equipe de La Plata que rendeu o título da Sul-Americana.

Posteriormente, já pelo Corinthians, foram seis partidas – diante de Boca Juniors (quatro vezes) e San Lorenzo (duas vezes). Foram duas vitórias, três empates e apenas uma derrota, nas oitavas de final da Libertadores 2013.

Os dois encontros contra o San Lorenzo, por coincidência, tinham o técnico Edgardo Bauza do lado adversário. Um triunfo na Argentina por 1 a 0 e um empate por 0 a 0 em Itaquera ajudaram a eliminar o rival da primeira fase da Libertadores 2015.

Nesta quarta, após treino no Mineirão, Tite definiu o duelo contra a Argentina como o mais importante pela seleção até agora.

“Esse é o jogo mais importante, pela grandeza, por todos os aspectos, não tem hipocrisia. Para a classificação, o valor é o mesmo. Porém, a dimensão do clássico e a história das duas equipes traz um componente diferente. Não sei se cabe ser um campeonato à parte. Campeões do mundo, atletas das duas equipes no top 3 do mundo, traz uma confiança diferente, e ela só vem se jogar bem”, avaliou o treinador.

Brasil e Argentina se enfrentam a partir das 20h45 (MS) desta quinta-feira, no Mineirão.

Confira, abaixo, a lista de duelos de Tite contra clubes argentinos na carreira:

2001

River Plate 2 x 4 Grêmio – Mercosul
Grêmio 1 x 0 River Plate – Mercosul
Grêmio 0 x 0 Talleres – Mercosul
Talleres 0 x 1 Grêmio – Mercosul

2002

River Plate 1 x 2 Grêmio -Libertadores
Grêmio 4 x 0 River Plate – Libertadores

2008

Internacional 2 x 0 Boca Juniors – Sul-Americana
Boca Juniors 1 x 2 Internacional – Sul-Americana
Internacional 1 x 0 Estudiantes – Sul-Americana
Estudiantes 1 x 1 Internacional – Sul-Americana

2012

Boca Juniors 1 x 1 Corinthians – Libertadores
Corinthians 2 x 0 Boca Juniors – Libertadores

2013

Boca Juniors 1 x 0 Corinthians – Libertadores
Corinthians 1 x 1 Boca Juniors – Libertadores

2015

San Lorenzo 0 x 1 Corinthians – Libertadores
Corinthians 0 x 0 San Lorenzo – Libertadores

FICHA TÉCNICA:
BRASIL X ARGENTINA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 10 de novembro de 2016 (Quinta-feira)
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñan (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Marcelo Barraza (Chile)

BRASIL: Alison, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Neymar e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Nicolás Otamendi, Funes Mori e Emmanuel Más; Javier Mascherano, Enzo Peréz, Lucas Biglia e Angel Dí Maria; Lionel Messi e Gonzalo Higuaín. Técnico: Edgardo Bauza

Comentários

comentários