Tentando escapar da polícia homem é atacado pelo próprio cachorro

Ao tentar escapar de ser preso, por força de um mandado de prisão, um homem de 35 anos foi atacado por seu próprio cachorro no final da tarde desta quinta-feira (23).

O caso aconteceu em frente à residência do acusado, localizada na Rua Sebastião Fenelon da Costa, bairro São João, no momento em que a Polícia Militar deu voz de prisão ao acusado ignorou a ordem dos militares e se dirigiu para o interior de sua casa, sendo impedido pelos policiais.

Foto Rádio Caçula
Foto Rádio Caçula

Na tentativa de fugir da guarnição, o homem alegou que antes de ser levado até a delegacia precisava pegar uma blusa de frio, pedido este que foi negado pelos militares e neste momento o acusado tentou se desvencilhar da abordagem e conseguiu abrir o portão de sua casa, dando liberdade a um cachorro PitBull que foi em direção ao próprio dono e atacou seu rosto.

A esposa do acusado correu para fora da residência e conseguiu prender o animal, momento este que o autor tentou novamente fugir dos policiais e se abrigar em sua casa, sendo mais uma vez impedido pelos militares.

O homem ainda teria tentado agredir um policial que estava de costas para o portão, sendo neste momento efetuado um disparo de bala de borracha contra o acusado e na sequencia foi realizada a imobilização do autor.

Enquanto os militares levavam o homem até a viatura policial, o cachorro da família conseguiu se soltar e atacou o dono novamente, provocando ferimentos mais profundos no rosto do acusado e na tentativa de impedir o ataque do animal, a esposa de I.M.S., teve as mãos e a perna atacada pelo animal, causando um ferimento profundo.

Diante da situação, a guarnição acionou o apoio da GETAM (Grupamento Especializado Tático Motociclistico), porem antes da chegada dos policiais, o autor tentou novamente fugir dos policiais, usando sua esposa ferida como escudo.

Assim que o homem soltou a esposa, o homem foi contido pelos policiais, que realizaram um disparo de bala de borracha, que atingiu o braço direito do acusado, causando um ferimento superficial.

O acusado foi detido e encaminhado pelos militares até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) onde receberam atendimento médico especializado e na sequencia o homem foi conduzido até a DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) onde foi entregue a autoridade policial de plantão. (Com Informações Rádio Caçula)

Comentários

comentários