Taxista tira a roupa e assedia passageiro de 20 anos

Motorista de taxi foi acusado de assédio sexual, na mafrigada de hoje, por cliente de 20 anos no Jardim Monumento, em Campo Grande. A investida ocorreu na frente da casa do passageiro.

th

Segundo o registro policial, o motorista disse palavras de cunho sexual à vítima e tirou a roupa no momento em que o jovem foi pagar a corrida.

O caso aconteceu por volta das 4h30, quando o jovem saiu de uma boate do Bairro Amambaí e pediu um táxi para voltar para casa. Para a polícia a vítima relatou que durante o percurso até sua residência, o motorista ficou dando ‘indiretas’ para o cliente, que não respondeu nenhuma.

Assim que chegou ao endereço, o rapaz desceu do carro e no momento que foi pagar, viu o motorista tirar toda a roupa e falar palavras de cunho sexual. Para a polícia, o passageiro afirmou que o homem, de aproximadamente 40 anos, alegou que ele era uma ‘gracinha’ e também ‘bonitinho’.

A vítima utilizou do comprovante de pagamento para identificar o veículo e profissional, O rapaz afirmou ainda que quer representar criminalmente contra o autor assim que ele for identificado. O caso foi registrado como importunação ofensiva ao pudor na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Comentários

comentários