Suspeito de matar esposa a facadas diz que ‘não lembra’ do crime

O exame necroscópico realizado pelo Núcleo Regional de Perícias de Coxim apontou que Rosinete de Farias Gonçalves, 37 anos, foi assassinada com nove facadas. O crime ocorreu na noite do dia (29), na Vila Nova Era, em Pedro Gomes. O esposo da vítima, Martim Ferreira da Silva, 55 anos, é apontado como autor do crime. À polícia, o suspeito disse que não se lembra de ter matado a esposa.

Foto: Edição de Notícias
Foto: Edição de Notícias

Segundo informações do site Edição de Notícias, o laudo apontou que a vítima sofreu nove ferimentos, entre eles quatro perfurantes, sendo um no rosto, um no pescoço e dois no tórax, além de cinco cortes que atingiram as pernas, o braço direito e a mão esquerda, o que segundo a polícia indica tentativa de defesa.

Martim também sofreu ferimentos no pescoço e no tórax e estava internado na Santa Casa de Campo Grande, escoltado pela polícia. Ele recebeu alta no início desta semana e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Pedro Gomes, onde prestou depoimento.

Conforme a Polícia Civil, ele alegou que estava embriagado quando se desentendeu com a esposa e que não se lembra dos fatos. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado por feminicídio e meio cruel e permanece preso em Pedro Gomes à disposição da Justiça.

 

 

Comentários

comentários