Superintendente federal anuncia eventos da 12ª Semana do Peixe em MS

O Superintendente Federal de Pesca e Aquicultura, Luiz David Figueiró, durante entrevista ao programa Tribuna Livre, da Capital FM. – Foto: Silvio Ferreira

Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da Capital FM, e ao Página Brazil, o superintendente federal do Ministério da Pesca e Aquicultura no Mato Grosso do Sul, Luiz David Figueiró, anunciou a série de eventos que marcará a 12ª Semana do Peixe, campanha promovida pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), com a intenção de incentivar o consumo diário e a produção de pescado no Brasil. A Semana do Peixe quer divulgar a importância da chamada “proteína branca”, considerada pelos especialistas como a mais saudável e que tem consumo mínimo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de 12 Kg/habitante/ano.

Semana do Peixe
Segundo o ministério da Pesca e da Aquicultura, nos últimos dez anos, o consumo mais que dobrou no Brasil, tendo subido, somente de 2012 para 2013, quase 25%. Esse crescimento teria ultrapassado o mínimo estabelecido pela OMS que é de 12 Kg/habitante/ano e atingindo a média nacional de 14,5 quilos por habitante/ano. Mesmo assim, segundo o superintendente federal, “o foco da semana – que na verdade terá um programa de 15 dias, não é somente discutir o consumo, mas toda a cadeia produtiva em Mato Grosso do Sul, principalmente para os pequenos produtores da agricultura familiar”, declarou.

De acordo com o superintendente, “o estado possui um dos maiores potenciais econômicos de produção de peixe, com duas importantes bacias hidrográficas (dos rios Paraguai e Paraná) e todas as condições para se tornar um grande produtor de peixe. Produzir peixe, “plantar” peixe. Nós estamos muito aquém do ideal, nós (o Brasil) estamos importando pescado, mandando mais de um bilhão para o Exterior, quando nós temos potencial para produzir aqui”, considerou.

A 12ª Semana do Peixe foi iniciada nesta segunda-feira (28) e segue até o próximo dia 16 de outubro. Nesta quarta-feira (30), será a abertura do evento na Feira Central, com a oferta de pescado em pratos com preços populares. Em MS, o consumo de peixe ainda está em 4kg/per capita/ano. Nós ainda temos muito a caminhar no sentido de produzir e consumir pescado.”

Figueiró lembrou que várias peixarias estarão participando da campanha e um caminhão – uma peixaria ambulante – estará no dia 4 na feira das Moreninhas; no dia 11 no Guanandi, e na Feira Central nos dia 30 (set), 2, 3 e 4 (de outubro).

Mais informações junto à Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura, pelo telefone: 3321-1190.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários