Sport segura o Fluminense no Maracanã e se mantém no G4

Após duas vitórias seguidas, Tricolor fica só no empate em casa, mas consegue subir uma posição na tabela. Já o rubro-negro pernambucano segue invicto no Brasileirão

O 0 a 0 deste domingo foi o retrato perfeito do jogo de raras emoções que Fluminense e Sport fizeram no Maracanã. Um resultado ruim para o time carioca, que perdeu a chance de chegar ao G4, e ótimo para o rubro-negro, que se manteve entre os quatro primeiros do Brasileiro. Vale destacar que o árbitro ignorou um pênalti de Renê em Marcos Júnio, mas é fato que o Tricolor não capaz de convencer a sua galera, praticando um futebol lento e sem imaginação.

Fluminense, do meia Wagner, não conseguiu balançar a rede do Sport (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)
Fluminense, do meia Wagner, não conseguiu balançar a rede do Sport (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

O Fluminense começou e saiu para o intervalo amarrado na marcação do Sport, que também não conseguia superar o adversário, nas ocasiões em que tentou ir ao ataque, o que transformou o primeiro tempo num marasmo completo, o que irritou a torcida tricolor, que ensaiou vaias. Diante de tais circunstâncias, não foi possível registrar nenhuma situação de gol.

O time carioca retornou para a etapa derradeira sem Fred, machucado e substituído por Magno Alves, e porém mais ligado, e quase abre o placar aos 10 minutos, quando Danilo Fernandes praticou defesa espetacular, após cabeçada de Antônio Carlos. E o Sport, que regressou recuado, para segurar o ímpeto tricolor, passou a apostar nos contra-ataques, e ameaçou enfim aos 16, com um chute longo de Diego Souza, que Diego Cavalieri mandou para escanteio.

E no entanto, percebendo que o Fluminense diminuiu o ritmo, sem que houvesse uma explicação lógica, a equipe pernambucana voltou a cadenciar o jogo, a exemplo do que fizera no tempo inicial. Na realidade, faltava ao Tricolor criatividade suficiente para superar a resistência do adversário. Enderson Moreira lançou Wellington Silva, na vaga de Renato, que apoiava pouco, e outro homem de frente, Marcos Júnio, sacando Vinícius, para tornar o time mais ofensivo.

Aos 43, Giovanni cruzou, o goleiro pegou a cabeçada de Marcos Júnior, que no rebote sofreu pênalti de Renê, que atingiu o atacante para impedi-lo de concluir.E nada mais ocorreu que fosse importante.

FICHA TÉCNICA FLUMINENSE 0 X 0 SPORT

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 7/6/2015 – 19h30
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr. (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Moises Aparecido de Souza (PR)
Renda/Público: R$ 368.520,00 / 13.108 pagantes
Cartões Amarelos: Wagner e Wellington Silva (FLU); Renê e Matheus Ferraz(SPO)
Cartões Vermelhos: –
GOLS: –

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Renato (Wellington Silva), Gum, Antonio Carlos e Giovanni; Edson, jean, Wagner, Vinicius (Marcos Júnior) e Gerson; Fred (Magno Alves). Técnico: Enderson Moreira.

SPORT: Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithley, Wendel, Neto Moura (Régis), Diego Souza; Mike (Danilo) e Maikon Leite (Rodrigo Mancha). Técnico: Eduardo Baptista.

LANCEPRESS!

Comentários

comentários