Sindicato fecha cinco agências na Capital em protesto contra demissões

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região paralisaram as atividades das agências Centro, da Avenida Calógeras, Afonso Pena, Bandeirantes e Polo do Banco Bradesco devido várias demissões praticadas pelo Banco. Há cerca de um mês, em plena Campanha Nacional dos Bancários, o Banco Bradesco ordenou a demissão de vários funcionários.

Sindicato paralisa seis agências em Campo Grande por causa de demissões. Foto: Divulgação/Assessoria
Sindicato paralisa seis agências em Campo Grande por causa de demissões. Foto: Divulgação/Assessoria

O clima nas agências segundo os bancários  é de medo, com os trabalhadores sofrendo pressão e assédio moral. A postura do banco vai contra uma das principais reivindicações dos bancários na Campanha Nacional 2014, que é a garantia contra as demissões.

Além das demissões, o Banco Bradesco realiza vídeo conferências pressionando os bancários a vender produtos bancários e determinando metas super abusivas. Com as demissões no Bradesco, o atendimento aos clientes e usuários tende a piorar, com mais filas e espera.

Os funcionários que ficam também terão que trabalhar ainda mais para suprir a ausência dos demitidos, agravando a sobrecarga de trabalho.

Comentários

comentários