Simone Tebet critica Dilma por maior crise econômica do País

A senadora Simone Tebet criticou a política econômica e fiscal da presidente Dilma Rousseff e perguntou o que ela faria se pudesse voltar no tempo. Simone quis saber se Dilma continuaria a abrir créditos suplementares incompatíveis com a meta fiscal e se continuaria fazendo pedaladas.

Senadora Simone Tebet durante a sessão de hoje (Foto: Divulgação )
Senadora Simone Tebet durante a sessão de hoje (Foto: Divulgação )

“Gastou-se o que tinha e o que não tinha. Se vendeu um Brasil irreal. Os números não confiáveis levaram à perda de confiança dos investidores. Temos PIB negativo por três anos, desemprego recorde. Estamos diante da maior crise econômica da história do país e de um gigantesco rombo fiscal”, disse.

No quarto dia de julgamento, nesta segunda-feira (29), a presidente afastada Dilma Rousseff está respondendo aos questionamentos dos senadores no Plenário do Senado. Dilma justificou a Simone Tebet que o Brasil foi afetado pela crise econômica internacional e disse que o seu governo não desrespeitou a legislação.

Para Simone, apesar de o Senado estar julgando apenas os atos de 2015, o desequilíbrio fiscal começou em 2009 e agravou-se em 2013. “Desde lá o governo abandonou a responsabilidade fiscal, adotou manobras fiscais como a maquiagem ou a “contabilidade criativa” para ocultar da sociedade e dos investidores a real situação das finanças públicas e a incapacidade de um governo de cumprir a meta fiscal”, disse.

Comentários

comentários