Silvia Abravanel cria bordão e eleva ibope do ‘Bom Dia & Cia’

No ar há 22 anos, programa sustenta o segundo lugar em audiência, com médias de 7 pontos e sem concorrência no segmento

Rio – ‘Que delícia!’ É com esse bordão que Silvia Abravanel, 44 anos, vem chamando a atenção no comando do ‘Bom Dia & Cia’, ao lado de Matheus Ueta e Ana Julia, no SBT. A apresentadora e também diretora do programa infantil usa a frase em qualquer circunstância, provocando diariamente uma enxurrada de comentários e piadas nas redes sociais.

Silvia Abravanel divide com Ana Julia e Matheus Ueta o comando do ‘Bom Dia & Cia’, vice-líder de audiência Foto:  Divulgação
Silvia Abravanel divide com Ana Julia e Matheus Ueta o comando do ‘Bom Dia & Cia’, vice-líder de audiência
Foto: Divulgação

“O bordão vem de ser prazeroso, gostoso… Sempre usei com as minhas filhas, porque amo as coisinhas lindas de viver, queridas, saudáveis e delícias que elas fazem”, explica a diretora, que é mãe de Amanda, de 9 anos, e Luana, de 17.

Em 15 de julho, Silvia surpreendeu o público infantil ao aparecer conduzindo a atração, no lugar de Matheus e Ana Julia, que foram impedidos pela Justiça. Treze dias depois, uma nova decisão judicial liberou as crianças para o trabalho. Mas, por decisão da cúpula do SBT — leia-se seu pai, Silvio Santos, e sua irmã, a diretora de programação Daniela Beyruti —, ela passou a dividir o programa com os pequenos porque elevou o ibope.

“Foi assustador (substituir as crianças), porém desafiador. No final, foi gratificante ver que os telespectadores me aceitaram”, conta a diretora, que não esperava continuar e chegou a se despedir da garotada. “Até me deu um aperto no coração.”

Responsável pelo núcleo infantil do SBT, Silvia garante que não estava nos planos colocar um adulto no ‘Bom Dia & Cia’. Em entrevista ao DIA em 2013, ela chegou a afirmar que não se via mais como apresentadora, mas mudou de ideia ao aceitar agora a missão. “Encaro de uma maneira tranquila e positiva, porque eu amo fazer televisão e amo mais ainda estar no universo infantil”, diz a filha ‘número dois’ do patrão, que já apresentou na emissora o ‘Casos da Vida Real’ (2004) e o ‘Programa Cor-de-Rosa’ (2006).

Ser comparada a Silvio Santos, um dos maiores nomes da televisão, não a deixa preocupada. “Meu pai é único e insubstituível, assim como Xuxa, Ayrton Senna, Pelé, Chacrinha, outros ícones. Então, jamais teria esse medo. O medo é de não fazer um bom trabalho e de não ser bem aceita na casa das pessoas. E, graças aos anjos, eu fui”, destaca.

No ar há 22 anos, o ‘Bom Dia & Cia’ sustenta o segundo lugar em audiência, com médias de 7 pontos e sem concorrência no segmento. Silvia admite que a atração tem metas a cumprir: “Quem está à frente das câmeras tem essa preocupação. A média é permanecer na vice-liderança”. E ela entrega a receita do sucesso: “São as brincadeiras e prêmios que damos todos os dias. Ah, e também alguns desenhos.”

O DIA

Comentários

comentários