Servidores estaduais realizam movimento contra o “Reajuste Zero”

O Fórum dos Servidores de Mato Grosso do Sul mobiliza na próxima terça-feira (26) uma panfletagem às 8h30 da manhã entre as ruas 14 de julho e Afonso Pena em Campo Grande ,como forma de manifestar o desacordo entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e o reajuste dos servidores Estaduais.

Servidores vão as ruas de Campo Grande por reajuste salarial
Servidores vão as ruas de Campo Grande por reajuste salarial

Na última sexta-feira (22), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) alegou que já concedeu o reajuste salarial referente a 2015 em dezembro do ano passado. O Fórum dos Servidores de MS rebateu novamente afirmando que a legislação que aumentou os salários em dezembro de 2014 faz parte das negociações feitas na gestão anterior e que abrangia somente aquele período. “A legislação é clara ao determinar que a vigência da tabela aprovada seja para maio de 2013, maio e dezembro de 2014. Se abrangesse este ano, estaria escrito 2015”, ressaltou o presidente do Sinpol-MS, Alexandre Barbosa.

No encontro, Azambuja declarou que não há limite prudencial para gastos com folha de pagamento e por isso também não poderia conceder o aumento de pelo menos o percentual da inflação dos últimos 12 meses. “Este é um direito constitucional de todo trabalhador brasileiro. Os servidores públicos de Mato Grosso do Sul tem esse direito fundamental e nós vamos nos mobilizar para cobrar que seja cumprido”, destacou Barbosa.

O movimento “Reajuste Zero” promete ainda uma mobilização no dia 30 de maio onde promoverá uma passeata às 09h saindo da Praça do Rádio Clube, pelas principais ruas do centro de Campo Grande.

O Fórum dos Servidores de MS é formado por 16 entidades de classe que representam cerca de 40 mil servidores. Participaram da reunião: Sinpol-MS, Sindijus-MS, Sinsap-MS, Sindafaz, ACS PMBM-MS, Sinder-MS, ABSS-MS, Sinpap-MS, Sintss-MS, ASS BM, Apo-MS.

Comentários

comentários