Senador vai interceder junto ao governo para solucionar conflitos entre índios e produtores

Da Redação/JP

Senador durante visita à Aldeia Buriti (Foto: Divulgação)

O senador Professor Pedro Chaves (PSC\MS) vai interceder junto ao Ministério da Justiça para que o governo federal solucione definitivamente os conflitos pela posse da terra que envolvem indígenas e produtores rurais em Mato Grosso do Sul. O compromisso foi assumido neste sábado (3) durante visita do parlamentar à Aldeia Buriti, no município de Dois Irmãos do Buriti, onde está sendo realizada desde quinta-feira a 10ª. Assembleia do Povo Terena, com a presença de lideranças de várias aldeias da região.

 “Na próxima semana, terei audiência com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, que assumiu recentemente o cargo, para colocá-lo a par da situação preocupante que se vive hoje em nosso estado. Dezenas de áreas submetidas ao processo de demarcação de terra e até agora nada  concretizado. Essa incerteza só traz insegurança tanto para índios quanto para os produtores rurais. Aqui nesta região, entre Dois Irmão do Buriti  e Sidrolândia,  temos um conflito que se arrasta há vários anos e já teve até morte, sem que se vislumbre uma solução. Eu acompanho de perto a luta dos indígenas pela ampliação das aldeias e defendo que os governos federal e estadual paguem aos produtores um valor justo, tanto a terra nua quanto as benfeitorias. Com isso, os produtores ficarão satisfeitos e as atuais fazendas serão entregues aos índios que, assim poderão trabalhar, produzir alimentos e qualidade de vida”, argumentou o senador.

Reivindicações

Além da demarcação de terras, o Professor Pedro Chaves ouviu várias reivindicações da comunidade entregues pelo cacique Rodrigues Alcântara e outras lideranças da região, entre elas a aquisição de um micro-ônibus para transportar os índios que fazem faculdade em Campo Grande e precisam se deslocar diariamente até a capital. Os índios pediram também um caminhão destinado a escoar a produção local, além de investimentos em saúde e educação.

 “São pleitos extremamente justos e , independente da questão da demarcação, a ser tratada diretamente no Ministério da Justiça, vou percorrer outros órgãos do governo para também atende-los”, garantiu o senador. “Estou convencido que índios e não índios podem viver lado a lado, com o intuito de construir projetos que permitam romper com todas as formas de atraso e preconceito. Cada povo sabe o que é melhor para ele. Como educador, sei que os saberes indígenas precisam estar presentes nas escolas. A cultura que passa de geração em geração é algo sagrado. Sou parceiro nessa luta”, concluiu. No final da visita, os índios apresentaram um ritual de dança em homenagem a Pedro Chaves.

 Balneário

Depois de passar todo o período da manhã na Aldeia Buriti, Pedro Chaves foi até o distrito de Palmeiras, onde o prefeito de Dois Irmãos, Edson Manguinha, acompanhado de assessores e vereadores, apresentou o projeto de construção de um balneário as margens do Rio Aquidauana. O projeto está orçado em R$ 300 mil. O senador se comprometeu a viabilizar junto ao Ministério dos Esportes recursos para realizar a obra.

Comentários

comentários