Seminários regionais buscam consolidar sistema de cultura em MS

Focados na transversalidade a Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação de Mato Grosso do Sul (Sectei) deu início hoje (3) ao novo ciclo de seminários regionais do Projeto de Apoio à Estruturação dos Sistemas Municipais de Cultura, o Prosimc. As ações visam identificar as riquezas das 10 microrregiões do Estado e fomentar a criação e consolidação legal de sistemas municipais de cultura.

Secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery
Secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery

Reunindo gestores municipais de diferentes secretarias como educação, cultura e turismo, os seminários definem como se enquadra a atuação de cada um dentro dessas regiões e busca alinhar de forma institucional suas atividades com o plano estadual e nacional de cultura.

O secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, explica que para ser considerado um sistema a Prefeitura de cada local deve apresentar elementos como gestor público de cultura, fundo, conselho e plano municipal de cultura.

Dentro desse conjunto existem três dimensão que norteiam as discussões, a simbólica, a cidadã e a econômica. O objetivo com isso é criar espaços de participação onde a população defina quais são suas prioridades em relação a cultura e que os municípios conheçam de fato o valor de sua história e tradições aplicando financeiramente no setor. Atualmente o investimento está convencionado em 2% da União, 1,5% do Estado e 1% do município.

“A cultura é um grande elemento aglutinador, portanto você faz com que esses elementos se forjem dentro de uma política pública de Estado e não apenas de governo”, define Nery. Um dos exemplos que ele cita foi a construção da programação dos Festivais de Inverno de Bonito e América do Sul Pantanal, “é um momento importante de cidadania, de arte e cultura”.

Luana Campos

 

 

 

Comentários

comentários