Semeadura da soja chega a 36% das lavouras do estado, segundo Aprosoja

O plantio da safra de soja 2016/2017 chegou a 36,4% da área de lavouras do estado, segundo o Sistema de Monitoramento de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga MS), ferramenta desenvolvida pela Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul). O número foi levantado entre os dias 10 e 14 de outubro e faz parte da Circular Técnica nº 181 da Casa Rural, divulgada nesta quinta-feira (20).

Semeadura da soja chega a 36% (Foto: Divulgação)
Semeadura da soja chega a 36% (Foto: Divulgação)

Ainda segundo o levantamento, a região sul de MS segue à frente no processo de semeadura, com cerca de 50,6% de área plantada. Se destacam os municípios de Sete Quedas, Ponta Porã, Amambai, Fátima do Sul e Vicentina, com 81%, 78%, 71% e 70% do plantio concluído, respectivamente.

Na sequência está a região centro, com 18,1% da área plantada. Dos sete municípios que compõem essa região, somente três estão mais avançados, mas apresentam 20% da área concluída: Bandeirantes, Rio Brilhante e Sidrolândia.

Plantio lento

Na região norte, a mais castigada pela falta de chuvas até o momento nesta safra, a semeadura da oleaginosa ainda nem começou nas cidades de Alcinópolis, Camapuã, Paraíso das Águas e Rio Verde. A falta de umidade no solo prejudica a germinação da semente e, por isso, muitos produtores têm optado pelo adiamento do início do plantio. Nesta região, apenas 10% da área foi plantada.

Desta forma, a Aprosoja/MS estima que, até o momento, a área plantada total no estado é de 917,3 mil hectares. Na comparação com o último relatório de acompanhamento de safra divulgado pela entidade, a evolução do plantio na última semana foi de 20,2% no estado, ou seja, cerca de 509 mil hectares foram plantados entre 6 e 14 de outubro.

Estimativas

Para o ciclo 2016/2017 do grão, projeta-se aumento de 2,4% da área plantada em Mato Grosso do Sul, passando de 2,46 milhões de hectares na safra 2015/2016, para 2,52 milhões de hectares nesta safra. Além disso, também é projetado acréscimo de 2,4% na produção do grão, passando de de 7,601 milhões de toneladas na safra anterior, para 7,787 milhões de toneladas na safra. Já a produtividade deve se manter estável, em 51,5 sc/ha.

Comentários

comentários