Sem vagas no Comando, Olarte é transferido para Presídio Militar

O Comando Geral da Polícia Militar, no Parque dos Poderes, não tem cela para abrigar presos, por conta disso não teve como atender ordem do TJ (Tribunal de Justiça) e o vice-prefeito afastado do cargo de prefeito, Gilmar Olarte (PP) vai cumprir a prisão temporária no PME (Presídio Militar Estadual).

Ele se apresentou na delegacia às 5h desta sexta-feira (2),
Ele se apresentou na delegacia às 5h desta sexta-feira (2),

Ele foi transferido agora a pouco da 3ª Delegacia, no bairro Carandá Bosque para a unidade penal destinado a oficiais da PM detidos ou presos. O PME fica ao lado do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A informação foi confirmada pelo delegado Fabiano Nagata, titular da 3ª Delegacia.

Acusado de participar de esquema de compra de votos para cassar o prefeito Alcides Bernal (PP), Olarte estava em uma cela na 3ª delegacia de polícia da Capital. A ordem judicial era para transferi-lo para o Comando Geral da Polícia Militar, no Parque dos Poderes, porém, por conta da falta de vagas, ele irá para o presídio.

Ele se apresentou às 5h desta sexta-feira (2),

PRISÃO

Depois da decretação das prisões de Olarte e Amorim, na noite da quarta. Oficial de Justiça e policial militar procuraram pelos dois pela cidade na manhã de ontem (1º), mas eles não foram encontrados.

Na tarde de ontem, Amorim se entregou na sede do Garras e Gilmar Olarte também se apresentou à polícia na madrugada desta sexta-feira (2), na 3ª delegacia de polícia da cidade.

Comentários

comentários