"Sem palavras", Leandrinho comemora título da NBA

Leandro Barbosa, o Leandrinho, se tornou o segundo brasileiro a receber o anel de campeão da NBA. Na madrugada desta quarta-feira, o Golden State Warriors venceu o Cleveland Cavaliers, por 105 a 97, fora de casa, conquistando o título da liga norte-americana após 40 anos de jejum. Já no vestiário, o brasileiro desabafou e comemorou depois de tomar alguns goles de champanhe.

Leandrinho comemora título da NBA - Foto: Reprodução Facebook
Leandrinho comemora título da NBA – Foto: Reprodução Facebook

“Não tenho palavras, de verdade, para definir esse momento. Corri atrás por muitos anos e diziam que estava velho aos 32 anos. Até a minha mulher me dizia que eu estava velho. Mas está aí. Cheguei, conquistei e quero partilhar com todos os veteranos que jogaram comigo e com a minha família, minhas filhas que estão no Brasil”, declarou Leandrinho ao Globoesporte.com.

Na série decisiva, o time da Califórnia venceu por 4 a 2 a melhor de sete jogos. Leandrinho obteve médias de 11 minutos e 6,2 pontos por partida. No duelo que culminou com o título dos Warriors, o paulista anotou cinco tentos, apanhou três rebotes e deu uma assistência em 15 minutos de atuação.

“Ninguém acreditava que eu poderia entrar na NBA. Foi muito melhor do que eu pensava que poderia ser. Conquistei meu sonho de ser campeão. Essa mulher aqui (Naiana) tem muita responsabilidade nisso. Quando me machuquei e não sabia o que iria acontecer, ela ficou do meu lado e me levantou”, disse Leandrinho, lembrando de uma lesão no joelho esquerdo em 2013.

Selecionado no Draft de 2003 pelo San Antonio Spurs, Leandrinho teve seus direitos adquiridos pelo Phoenix Suns. Jogando pela franquia do Arizona, o brasileiro foi eleito o melhor sexto homem da temporada 2006/2007. Ainda defendeu o Toronto Raptors, Indiana Pacers, Boston Celtics e Washington Wizards. Com o título vestindo a camisa do Golden State Warriors, o ‘Papa Léguas’ repete o feito do compatriota Tiago Splitter, que levantou o troféu Larry O’Brien no ano passado. Agora, o jogador vira agente livre e ainda tem o futuro incerto.

Os Warriors voltam para Oakland ainda nesta quarta-feira. Na sexta, a equipe vai às ruas da cidade para festejar a conquista com os fãs. Campeã em 1975 e 2015, a franquia ainda possui os títulos de 1947 e 1956, quando ainda chamava-se Philadelphia Warriors.

GAZETA ESPORTIVA

 

Comentários

comentários