Segurança reforçada e clima tenso na Câmara

Moradores de Campo Grande chegaram cedo à Câmara Municipal para acompanhar a sessão desta quinta-feira (13). É que os vereadores devem votar sobre a abertura de Comisssão Processante contra o prefeito Gilmar Olarte (PP).

Na Câmara, dia começou com disputa por 360 senhas que dão acesso ao plenário.
Na Câmara, dia começou com disputa por 360 senhas que dão acesso ao plenário.

O estacionamento do imóvel, na avenida Ricardo Brandão, foi fechado. No local, será montado telão para quem não conseguir entrar no plenário. A batalha pelas 360 senhas para acompanhar a sessão fez com que muita gente chegasse logo no começo da manhã desta quinta-feira.

Além da possibilidade da abertura de Comissão Processante, pode ser discutido também o afastamento do chefe do Executivo, que nessa quarta-feira (12) virou réu, junto com mais duas pessoas, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Olarte nega todas as acusações.

A segurança em frente ao prédio foi reforçada. Policiais militares e guardas municipais estão no local. O estacionamento da Casa foi fechado e nenhum veículo pode ser deixado no local. Uma via também teve o trânsito interditado.

População
A Guarda Municipal distribui senha para assistir à sessão no plenário. São cerca de 350. Para pegar a ‘autorização’ é preciso apresentar documento pessoal e informar o número de telefone.

Comentários

comentários