Segurança é executado com sete tiros por dupla em motocicleta

Fabiano Dias Brás, 27, o ‘Dudu’, morto na noite desta quinta-feira (9) em Dourados foi atingido com sete tiros, segundo levantamento preliminar da perícia. O crime ocorreu na rua Antônio Emílio de Figueiredo, próximo a Ernani de Freitas, na região do Parque Antenor Martins.

Trabalhador foi morto com sete tiros foto - Cido Costa/Douradosagora
Trabalhador foi morto com sete tiros foto – Cido Costa/Douradosagora

De acordo com a polícia, Dudu seguia pela via numa motocicleta NXR 150 Bross, com placa de Jundiaí (SP), quando foi surpreendida e executado por uma dupla que também estava de moto. Ele foi atingido com três disparos no pescoço, outros três as costas e um de raspão na cabeça.

A vítima trabalhava como supervisor de segurança para a empresa terceirizada contratada pelo Hospital Universitário, e as causas do homicídio ainda são investigadas. A suspeita é que dois homens numa moto tenham cometido o ato.

Uma testemunha disse que saía de uma pizzaria na região e viu quando uma moto, ocupada por dois homens, passou em alta velocidade.

A caminho da casa onde mora, coincidentemente, na mesma direção em que os motociclistas foram, deparou-se com os autores indo para o endereço da execução e, na sequência, ouviu quatro tiros.

Por curiosidade, segundo a testemunha, retornou o carro e ouviu outros dois disparos, posteriormente a mesma moto que havia passado por ela na pizzaria, passando novamente em alta velocidade, como se os ocupantes estivessem em fuga. A testemunha foi ao endereço de onde os motociclistas saíram e encontrou o segurança morto.

No cenário do assassinato, foi apreendido um boné. A ex-mulher do segurança que estava separada dele havia 20 dias foi ao local e disse que o acessório não era de Fabiano.

Policiais constataram que em um mercado situado no trajeto em que os bandidos percorreram há uma câmera de monitoramento, cujas imagens poderão colaborar no trabalho de investigação.

Comentários

comentários