Segurança é desarmado e escritório de Jorge Rafaat é atacado em Pedro Juan

Durante a madrugada de hoje (17), menos de um dia após seu corpo ser enterrado, em Ponta Porã. O narcotraficante foi executado a tiros na noite de quarta-feira (15) quando saia do local.

Escritório de Rafaat foi atacado na madrugada - Foto: Porã News
Escritório de Rafaat foi atacado na madrugada – Foto: Porã News

Conforme o Porã News, os suspeitos chegaram ao escritório localizado na Rua Teniente Herrero, por volta das 4 horas e atiraram contra o prédio. Logo depois, renderam um guarda que fazia segurança no local. Ele foi desarmado e teve a escopeta calibre 12 e uma pistola 9mm tomadas pelo grupo.

Ainda de acordo com o Porã News, o grupo ainda encharcou várias salas do escritório com gasolina, mas não chegou a atear fogo e fugiram em seguida, em um veículo. No dia do seu assassinato, uma loja de pneus de sua propriedade foi incendiada.

O CASO

Tratado pela imprensa do país vizinho com o traficante mais poderoso do Paraguai, Jorge Rafaat Taumani caiu numa emboscada no Centro de Pedro Juan Caballero. Os disparos que atingiram o seu corpo foram de fuzis antiaéreos que fizeram com que a caminhonete blindada utilizada por ele não suportasse os tiros.

De acordo com o ABC Color, o crime é atribuído a outro traficante, Jarvis Chimenes Pavão, que teria orquestrada a ação junto com integrantes da facção criminosa brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital).

Ainda conforme o periódico, sete pessoas foram presas, algumas delas feridas após embates por conta do assassinato de Rafaat.

Comentários

comentários