Sectei e FCMS disponibilizam artigo crítico da Mostra “Boca de Cena”

cultPara que os artistas, produtores, gestores e todos os envolvidos direta e indiretamente na Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro –  Boca de Cena realizado de 24 a 29 de março pudessem ter um feedback do trabalho realizado, a jornalista, produtora e crítica de teatro Luciana Eastwood Romagnolli veio para o evento por meio da Sectei e  Fundação de Cultura do Governo do Estado que agora apresenta seus apontamentos por meio do artigo “Primeira visada ao teatro sul-mato-grossense”.

Ao fazer suas reflexões e questionamentos sobre o cenário teatral no Estado, ela esclarece que é um “olhar de fora”, e quem ler o texto deve absorvê-lo de forma que melhor puder compreendê-lo e contextualizá-lo. Ainda continua dizendo que é possível intensificar o fazer teatro em Mato Grosso do Sul, bem como dar maior visibilidade aos talentos daqui.

Ainda apontou que há uma preocupação com as funções políticas e didáticas de arte pela classe teatral, bem como deve haver uma maior aproximação do setor público com a iniciativa privada. Também espera que o Estado possa fazer intercâmbios com outros entes federativos, até mesmo para poder ampliar a forma e até mesmo quais expressões e ações possam ser feitas dentro do fazer arte. “Cabe a cada artista imerso num tempo-espaço questionar as causas, mirar suas próprias feridas e encontrar respostas particulares, singulares, intransferíveis”, enfatiza Luciana em suas reflexões.

Também notou a própria contradição para um debate sobre a arte contemporânea se isso não acontece espontaneamente dentro dos próprios grupos com suas vivências e práticas. Ainda é preciso que a formação continuada seja uma constante entre aqueles que produzem arte em toda a cadeia de produção. E cita algumas experiências de sucesso com relação a essa particularidade.

Luciana também apresenta um panorama sobre as produções que foram apresentadas durante o Boca de Cena, destacando suas “visões” acerca dos espetáculos, colocando suas impressões e dando a cada um, detalhamento sobre os pontos altos e aqueles que não tiveram tanto aproveitamento.

Acesse aqui e veja o artigo de Luciana Eastwood Romagnolli na íntegra: http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/19/2015/07/Critica-Boca-de-Cena-por-Luciana-Romagnolli5.pdf

Comentários

comentários