Secretário defende Reforma da Previdência e faz balanço de ações de desburocratização

Silvio Ferreira

Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da Capital FM, e ao portal Página Brazil, o secretário secretário estadual de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, avaliou como têm evoluído às negociações para a aprovação do projeto de lei de autoria do Executivo estadual, de Reforma da Previdência dos servidores estaduais.

“A reforma da Previdência estadual pretende diminuir o déficit para garantir que os servidores recebam os seus benefícios no futuro. A proposta do governo prevê aumento da contribuição do servidor à Previdência de 11% para 14%” [e a patronal, de 22%, para 28%]. “Tudo para reduzir o rombo da previdência estadual”, defende o secretário.

De acordo com informações do governo do Estado, com a proposta que tramita na Assembleia Legislativa, o rombo na Previdência estadual que hoje é da ordem de R$ 83,7 milhões mensais, seria reduzido em 41%, para R$ 48,6 milhões por mês. O déficit anual da Previdência estadual soma R$ 1,2 bilhão.

Balanço – Assis também falou sobre o painel de resultados dos trabalhos do Comitê Estadual de Desburocratização nos anos 2015, 2016 e 2017: “Apresentaremos vários ‘cases’ de sucesso que permitiram diminuir à burocracia, modernizar os processos e aumentar a qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão”.

O balanço será apresentado nesta quinta-feira (23), a partir das 14h, no auditório Germano de Barros, do Centro de Convenções Arquitetos Rubens Gil de Camillo.

Comentários

comentários