Sarah Menezes cai na estreia e brasileiros perdem o bronze

O Brasil não começou bem o Mundial de Astana, no Cazaquistão. Na manhã desta segunda-feira, alguns dos principais judocas nacionais não conquistaram medalhas neste primeiro dia de competições. Destaque negativo para a campeã olímpica Sarah Menezes, eliminada logo em sua estreia. Felipe Kitadai e Nathália Brigida brigaram pelo pódio, mas acabaram derrotados nas disputas pelo bronze.

arah Menezes foi eliminada logo em sua estreia  (Foto: Reprodução)
arah Menezes foi eliminada logo em sua estreia
(Foto: Reprodução)

Primeiro brasileiro a ir ao tatame em Astana, Felipe Kitadai estreou com vitória sobre Utar Bestaev, do Quirquistão, por ippon. Na sequência da categoria até 60kg, o brasileiro, prata no Pan de Toronto e bronze em Londres 2012, derrotou o guatemalteca José Ramos e o francês Vincent Limare, classificando-se às quartas de final.

Na disputa por uma vaga na semi, Kitadai foi projetado em ippon pelo atual campeão mundial da categoria, o mongol Boldbaatar Ganbat. Na repescagem, ele superou o sul-coreano Choi na diferença de punições. Foram três para o asiático e duas para o brasileiro. Já na disputa pelo bronze contra o japonês Toru Shishime, sofreu ippon num contragolpe e terminou na quinta colocação.

Nathália Brigida, por sua vez, começou o dia vencendo Cristina Budescu com dois wazaris na categoria até 48kg. Depois, ela despachou Anhara Zhumali Kyzy, do Quirguistão, com um ippon em apenas 24 segundos de luta. Diante da turca Dilara Lokmanhekim, número 12 do mundo, a medalhista de bronze em Toronto só foi vencer no Golden Score – espécie de “morte súbita” – e garantiu um lugar nas quartas de final.

Em mais um Golden Score, Nathália eliminou a quinta colocada no ranking mundial, a romena Monica Ungareanu, após projetar a adversária por wazari. Nas semifinais, porém, ela caiu para a japonesa Haruna Asami, seis anos mais velha que Brigida e bicampeã mundial, por ippon. Na disputa pelo bronze, a brasileira foi imobilizada para a também japonesa Ami Kondo e ficou de fora do pódio.

Na mesma categoria de Nathália Brigida, Sarah Menezes, ouro em Londres 2012, decepcionou ao ser eliminada logo na estreia em Astana. O algoz foi a belga Charline Van Snick, que projetou a brasileira no último segundo do combate.

Outro brasileiro que foi ao tatame neste primeiro dia de disputas foi Eric Takabatake. Em seu segundo Mundial da carreira, ele conseguiu chegar novamente até as oitavas de final, mas acabou derrotado pelo japonês Toru Shishime por ter tido duas punições.

O Mundial terá sequência nesta terça-feira e o Brasil será representado por dois judocas: os meio-leves Charles Chibana e Érika Miranda. As disputas por medalhas começam na madrugada, às 2 horas (de Brasília) e o bloco final – a partir das quartas de final – às 8 horas.

Comentários

comentários