Santos sofre contra o XV, mas acha gol e assume a ponta

O Santos voltou a colocar pressão no Corinthians e assumiu novamente a liderança provisória na classificação geral do Campeonato Paulista. Na noite desta terça-feira, o Peixe entrou em campo em jogo antecipado pela 11ª rodada e venceu o XV de Piracicaba por 1 a 0 no interior de São Paulo. Gustavo Henrique marcou o único gol do jogo após cobrança de escanteio.

Gustavo Henrique (6), jogador do Santos, comemora seu gol (Foto: Gazeta )
Gustavo Henrique (6), jogador do Santos, comemora seu gol (Foto: Gazeta )

Apesar da vitória, a partida teve um nível técnico ruim, com poucas finalizações a gol e muita chuva. O time de Dorival Júnior não conseguiu trabalhar a bola, como tem feito nesta temporada, e se viu acuado na zaga em muitos momentos do confronto. O XV, treinado por Narciso, ex-jogador do Peixe, inclusive acabou a partida com mais posse de bola.

De qualquer forma, como o que vale é bola na rede, o time da Vila Belmiro saiu de campo comemorando mais três pontos. Agora, o líder do Grupo A soma 21, contra 20 do Corinthians, que tem um jogo a menos. Por outro lado, o XV estaciona nos 11 pontos, um ponto acima da zona de rebaixamento, na terceira colocação do Grupo D.

Agora, o Santos volta a campo no domingo, de novo fora de casa, para enfrentar o Rio Claro, no estádio Augusto Schimidt Filho, às 19h30. Já o XV pega o Novorizontino no sábado, às 16 horas, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte.

O jogo

Com o apoio de sua fanática torcida, o XV, mesmo lutando contra o rebaixamento no Paulista, decidiu partir para cima do Santos de Dorival Júnior desde os primeiros minutos. E oportunidades não faltaram ao time da casa para abrir o placar.

Oswaldo, zagueiro que entrou na equipe por causa da suspensão de Heitor, foi quem desperdiçou as melhores oportunidades. Aos 10, depois de cobrança de escanteio, o defensor recebeu toque de Henrique Santos e, sozinho dentro da pequena área, cabeceou por cima do gol. Aos 18, Oswaldo de novo aproveitou cobrança de falta na área e tentou firme para o chão. A bola raspou a trave e Vanderlei só pôde torcer.

A equipe comandada por Narciso usava seus três homens de frente para pressionar a saída de bola do Peixe, que tentava sair jogando, como vem fazendo nos últimos jogos, mas não conseguia furar a marcação. Vanderlei, em diversos momentos, foi apertado e por pouco não acabou tomando o gol. Em uma dessas situações, Patrick ficou com o gol aberto, mas errou o alvo.

Mas, futebol não tem nada a ver com merecimento. E mesmo sem sequer finalizar uma vez ao gol até os 40 minutos, foi o Santos que abriu o placar. Lucas Lima, até então apagado e sofrendo com a marcação individual, colocou a bola na área e Gustavo Henrique subiu sozinho para marcar.

Na segunda etapa, a garoa que começou a cair durante o primeiro tempo virou temporal. O vento forte também castigou os jogadores em campo. Mas, atrás no placar, o XV de Piracicaba manteve a postura ofensiva, ganhando a maioria das bolas no segundo tempo. O Santos tentava controlar, mas não conseguia nem mesmo contra-atacar com perigo.

O jogo ficou feio. O XV pressionava na ase da vontade e sempre apostando nas jogadas pelas pontas, mas o time de Narciso não conseguia levar perigo a Vanderlei e abusava das bolas alçadas à área. Após os 20 minutos, a chuva então resolveu colaborar e diminuiu consideravelmente. Com isso, os atletas voltaram a colocar a bola no chão.

Mas, com o gramado já encharcado, não teve jeito. Apesar da força de vontade do XV, o Santos conseguiu segurar a pressão e conquistou os três pontos fora de casa.

FICHA TÉCNICA

XV DE PIRACICABA 0 X 1 SANTOS

Local: Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP)

Data: 15 de março de 2016, terça-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Alessandro Darcie

Assistentes: Mauro André de Freitas e Evandro de Melo Lima

Cartões Amarelos: XV DE PIRACICABA: Henrique Santos, Clayton.SANTOS: Lucas Veríssimo.

Renda: R$ 213.320,00.

Público: 5.919 pagantes.

GOL:

SANTOS: Gustavo Henrique, aos 40 minutos do 1T.

XV DE PIRACICABA: Bruno Brígido, Daniel (Julinho), Fábio Sanches, Oswaldo e Thiago Carleto; Magal, Clayton e Aloisio; Henrique Santos (Dinei), Patrick e Fabinho.

Técnico: Narciso

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima (Rafael Longuine); Serginho (Paulinho), Gabriel (Alison) e Joel.

Técnico: Dorival Júnior. (TERRA)

Comentários

comentários