Santos duela com reservas do Internacional por vaga na semi da Copa do Brasil

O jogo entre Internacional e Santos, nesta quarta-feira, às 18h30 (de MS), no Beira-Rio, é uma decisão para as duas equipes na Copa do Brasil.

Santos venceu Internacional por 2 a 1 no jogo de ida da Copa do Brasil - ESPN
Santos venceu Internacional por 2 a 1 no jogo de ida da Copa do Brasil – ESPN

Após o Peixe vencer o confronto de ida por 2 a 1, na Vila Belmiro, o Colorado teoricamente precisaria vir com força máxima para reverter a vantagem e avançar para as semifinais do torneio mata-mata. Porém, o clube gaúcho segue totalmente focado na briga para fugir da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e deve entrar em campo com um time misto.

O time praiano, por sua vez, também continua lutando por uma vaga na Libertadores pelo Brasileirão, mas deve jogar com o que tem de melhor em Porto Alegre.

No último dia 28 de setembro, as duas equipes estavam em situações semelhantes. No primeiro embate pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Inter escalou um time alternativo, mas conseguiu marcar um gol e saiu até comemorando a derrota por “apenas” 2 a 1. Para o volante Renato, o jogo de ida serve como exemplo para o Peixe entrar em campo atento mesmo contra a provável equipe mista do Colorado.

“Nós vimos isso no primeiro jogo. Eles trouxeram jogadores reservas e vimos a dificuldade, pois quem não é titular quer mostrar serviço e em uma fase de mata-mata a gente sabe que vai ser complicado, independentemente de quem vier”, afirmou o camisa 8 na coletiva.

LADO VERMELHO

E para encarar o Inter, o técnico Dorival Júnior terá de quebrar a cabeça para montar a equipe, pois não irá contar com os meias Vítor Bueno e Jean Mota. O meia de 22 anos, artilheiro do “Peixe” no Campeonato Brasileiro, com 10 gols, voltou a sofrer com dores no músculo adutor da coxa esquerda e foi preservado pela comissão técnica.

Já o caso de Jean Mota é diferente. Sem nenhum problema físico, o jogador não terá condições de enfrentar o Colorado, pois já atuou pelo Fortaleza na Copa do Brasil e não pode jogar a mesma competição por duas equipes diferentes.

Além deles, outra ausência sentida será a de Emiliano Vecchio. Recuperado de uma mialgia na coxa direita, o argentino treinou normalmente no CT Rei Pelé nesta terça-feira, mas ficou fora da viagem por opção técnica de Dorival, segundo a assessoria de imprensa do clube.

Sem os três atletas, Dorival ainda não definiu quem entrará na equipe titular. Caso opte por manter a velocidade no ataque, Paulinho e Walterson disputam a vaga. Porém, caso prefira povoar o meio-campo, o comandante tem Léo Cittadini, Rafael Longuine e Elano como opções.

Já pelo lado Colorado, o foco segue virado totalmente para o Campeonato Brasileiro. Apesar de ter saído da zona de rebaixamento no último final de semana e ainda seguir vivo na Copa do Brasil, pois precisa vencer pelo placar mínimo para avançar, o técnico Celso Roth deve poupar alguns titulares para o confronto contra o Santos.

Antes mesmo de o comandante indicar a preservação de titulares, a própria diretoria do Inter já havia informado que o foco está no Brasileirão e na fuga do rebaixamento. Por conta disso o Colorado a já usou uma equipe mista na Vila Belmiro, no duelo de ida.

Alex, suspenso pelo terceiro amarelo no Brasileiro, deve ser titular contra o Santos. Danilo Fernandes, mesmo com problemas musculares, provavelmente irá entrar em campo, já que o reserva Marcelo Lomba já atuou na Copa do Brasil pelo Bahia e está impedido de jogar.

Já o atacante Eduardo Sasha, que entrou no segundo tempo e marcou um gol diante do Flamengo, deve começar como titular o embate frente ao “Peixe”.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL x SANTOS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Data: 19 de outubro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises e Luiz Claudio Regazone (ambos RJ)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Eduardo, Alan, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, Alex, Andrigo e Eduardo Sasha; Aylon Técnico: Celso Roth

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Luiz Felipe e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Paulinho, Copete e Ricardo Oliveira Técnico: Dorival Júnior

Comentários

comentários