Salineiro afirma que vai colaborar com apuração sobre doações suspeitas

Candidato mais votado nas eleições se defende de suspeitas de irregularidades apontadas em prestação de conta eleitoral
Candidato mais votado nas eleições se defende de suspeitas de irregularidades apontadas em prestação de conta eleitoral

Em nota emitida na noite desta quinta-feira (3), o vereador eleito em Campo Grande, André Salineiro (PSDB), afirmou que vai colaborar com as apurações da Justiça Eleitoral e prestar todos os esclarecimentos que forem pedidos sobre as contas de campanha e valores doados a ele.

Conforme relatório emitido no Sistema de Prestação de Contas Eleitoral aponta indícios de atos irregulares na arrecadação de recursos da campanha do então candidato, entre estes a incompatibilidade da renda dos doadores com os valores doados, que devem ser limitadas a 10% da renda bruta da pessoa física no ano.

Baseado na análise, o juiz Wilson Leite Corrêa Junior determinou que 14 pessoas devem apresentar provas que mostrem a origem exata dos valores doados ao agente da Polícia Federal, agora parlamentar.

Salineiro alega que o procedimento não é exclusivamente direcionado a ele e se posicionou sobre o assunto em nota oficial, que você lê abaixo, na íntegra:

“Diante das matérias veiculadas nestes últimos dias em alguns meios de comunicação, relacionadas aos procedimentos adotados pela Justiça Eleitoral em relação a alguns doadores da minha Campanha a Vereador, esclareço que esta foi realizada integralmente dentro dos parâmetros legais, tendo todas as doações e despesas de campanha devidamente declaradas e registradas conforme determinação do TSE e TRE-MS.

O procedimento adotado não é exclusivo da minha campanha, pois está sendo adotado para outros candidatos participantes do pleito que se encerrou, enfatizo ainda, que sou a favor de qualquer fiscalização que venha coibir eventuais irregularidades praticadas e que prestaremos todos os esclarecimentos que forem solicitados pela Justiça Eleitoral nos respectivos prazos legais.

Atenciosamente,

Andre Salineiro”

Comentários

comentários