Safra brasileira de café 2016/17 deve chegar a 56,1 milhões de sacas

A produção brasileira de café na safra 2016/17 (julho a junho) foi revisada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) para 56,1 milhões de sacas de 60 kg, em comparação com 55,95 milhões de sacas na previsão anterior.

Reprodução - EJPTV
Reprodução – EJPTV

O resultado corresponde a um aumento de 6,7 milhões de sacas em relação ao período anterior 2015/16 (49,4 milhões de sacas), ou 13,6%, segundo o adido do USDA no Brasil.

A produção de arábica está projetada em 45,6 milhões de sacas, um aumento de 4% em comparação com a estimativa anterior, “por causa do rendimento melhor do que o esperado na maioria das áreas de produção”.

Em compensação, a produção de robusta (conilon) foi revisada para 10,5 milhões de sacas, uma queda de 13% em relação à estimativa de maio passado, em virtude de “rendimentos inferiores aos esperados, especialmente no Estado do Espírito Santo, que tem sido constante e severamente prejudicado por um déficit no abastecimento de água, por causa das chuvas irregulares desde 2014”, relata o adido, em relatório semestral.

Segundo o USDA, a colheita de café no Brasil terminou em outubro. A qualidade global dos grãos arábica melhorou em relação ao ano anterior e o padrão de tamanho dos grãos é normal comparado com as médias históricas. No entanto, “a qualidade dos grãos robusta está significativamente abaixo da média”, diz o USDA.

As exportações brasileiras de café em 2016/17 foram revisadas para baixo pelo USDA, para 34,23 milhões de sacas, uma diminuição de 1,31 milhão de sacas ante o período anterior, “refletindo o ritmo dos embarques nos primeiros meses do período”.

A estimativa do consumo interno de café para o período 2016/17 permanece inalterada em 20,51 milhões de sacas (19,4 milhões de sacas de café torrado e moído e 1,11 milhão de sacas de café solúvel).

O USDA prevê que ao fim do período 2016/17 o estoque de café no Brasil seja de 4,14 milhões de sacas, 1,42 milhão de sacas a mais ante 2015/16, com dados atualizados relativos às exportações e à produção. O adido relata que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou, em março passado, que o estoque privado de café no País seria de 13,59 milhões de sacas, 5% abaixo do mesmo mês do ano anterior (14,37 milhões de sacas).

Comentários

comentários