Rose mostra DNA de expressivas votações em disputas eleitorais

A trajetória política da candidata Rose Modesto, da Coligação Juntos Por Campo Grande (PSDB-PR-PSB-PDT-SD-PRB-PSL), tem em seu DNA político a marca expressiva de votos, desde que conquistou uma cadeira na Câmara de Vereadores de Campo Grande, em 2008, pela primeira vez.

Rose Modesto faz caminhada na capital (Foto: Divulgação )
Rose Modesto faz caminhada na capital (Foto: Divulgação )

Naquela eleição, quando entrou para a vida pública, ela ficou entre os cinco vereadores mais votados, conquistando exatos 7.536 votos.

Seu desempenho no Legislativo, fez com que no pleito de 2012 fosse a segunda mais votada, obtendo 10.813 votos.

Sempre campeã de votos, Rose incluiu-se entre os bons quadros do ninho tucano e, assim, tornou-se um nome forte para voos mais altos.

Reinaldo Azambuja, ex-prefeito, ex-deputado estadual e ex-deputado federal,  conquistou o comando político-administrativo de Mato Grosso do Sul tendo Rose como companheira de chapa, que havia se credenciado as urnas para enfrentar a disputa.

O projeto político do PSDB, em comparação aos demais partidos, se consolida a cada ano. Em 2014 derrotou o PT que, até então, dava como quase certa sua vitória.

Reinaldo Azambuja jogou por terra esse sonho daquela legenda que, hoje, está esfacelada com o impechment de Dilm Rousseff. Agora, o objetivo é a principal cadeira do Paço Municipal e, pelas pesquisas divulgadas por alguns órgãos de imprensa até agora, Rose Modesto continua avançando e provando a força do seu DNA.

Comentários

comentários