Rose Modesto representa MS na reunião com Dilma

Está previsto para acontecer nesta quinta-feira (30), em Brasília, reunião entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e os governadores para discutir um “pacto pela governabilidade”.

Foto Silvio Ferreira
Foto Silvio Ferreira

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse pela manhã durante abertura do Circuito Expocorte, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, que não vai na reunião por ter agendas locais e à noite vai abrir o Festival de Inverno de Bonito, mas que apoia uma pauta positiva para o Brasil.

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), fará nos próximos dias reuniões com governadores de todos os Estados para discutir a reforma tributária, que envolve, entre outras coisas, mudanças nas alíquotas de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

O evento acontece no Palácio do Planalto,na tarde desta quinta-feira, 30, em Brasília. Na ocasião, Mato Grosso do Sul será representado pela vice-governadora Rose Modesto. “Antes do encontro em Brasília, a cúpula nacional do PSDB deve se reunir para fechar a pauta única, priorizando a preservação dos empregos dos trabalhadores brasileiros”, afirmou Rose Modesto.

A vice-governadora comentou que este ajuste tributário proposto pelo Govwerno Federal não deva ficar apenas no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadores e Serviços). “A União precisa mexer nas contribuições e tributos federais”, ressaltou.

Já o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que também participou do evento em Campo Grande, nessa manhã, garantiu que vai participar da reunião com a presidente Dilma. “Estarei lá”. Ele revelou ter recebido o convite da presidente e afirmou que “os estados vão discutir questões baseadas no interesse público, ajudar na economia que está em retração”, justificou

Comentários

comentários