Rogério Ceni acerta com o São Paulo e pode chegar a 27 anos no clube

Com dois anos de contrato – que apresenta multa rescisória -, Mito está de volta ao São Paulo quase um ano após despedida dos campos. Mascote já preparou o Morumbi para ele

As histórias de Rogério Ceni e do São Paulo mais uma vez estão cruzadas. Na tarde desta quinta-feira, o Tricolor anunciou a contratação do ex-goleiro para ser o treinador da equipe a partir da próxima temporada e assim inaugurar mais uma era do maior ídolo da torcida no clube. Serão dois anos de vínculo, o que pode deixar o Mito com 27 temporadas de serviços no Morumbi.

Ceni no banco do Morumbi (Foto: Igor Amorim / saopaulofc.net)
Ceni no banco do Morumbi (Foto: Igor Amorim / saopaulofc.net)

O Mito já posou para foto no banco de reservas do Morumbi e falou em um time vencedor, espelho do que ele era na época de jogador.

– O grande segredo do futebol é administrar pessoas e se relacionar bem com seus jogadores. São eles que podem fazer diferença. Eu quero que eles vejam futebol da maneira como eu via quando jogava, eu quero um time vencedor, que tenha uma mentalidade vencedora. Eu tenho certeza de que eles vão entender isso, já conheço muitos deles e sei da mentalidade vencedora que eles têm – declarou Rogério Ceni, em entrevista ao site oficial do clube.

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva também destacou a contratação do ídolo do clube.

– Rogério Ceni sempre foi um protagonista. Nos últimos 12 meses, mostrou ambição em se qualificar para uma nova função no futebol, estudou com os melhores do mundo, e nos convenceu ao apresentar um projeto consistente e contemporâneo de futebol para o São Paulo. É uma figura de enorme importância para o clube que chega com a determinação de ser o melhor novamente, dessa vez como treinador – afirmou Leco.

Ainda antes do anúncio oficial, o São Paulo já usou as redes sociais para “preparar o terreno” do retorno do Mito. Um vídeo divulgado no Twitter mostra o mascote Santo Paulo deixando “post-its” com a inscrição 01 no banco de reservas e na cadeira de entrevistas coletivas da sala de imprensa do Morumbi, em alusão à camisa usada por Ceni nos nove anos finais da carreira.

O ídolo acertou contrato de dois anos com multa rescisória, concluindo conversas que começaram em agosto com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. Confirmado o acerto, o ex-goleiro poderá colocar em prática as ideias apresentadas aos dirigentes nos últimos meses e que estão em um caderno de mais de 300 páginas.

No período, Ceni concluiu um módulo do curso de treinadores da Football Association (Federação da Inglaterra de Futebol) e passou por semanas de estágio com grandes técnicos do mundo, como o argentino Jorge Sampaoli, que comanda o Sevilla (ESP) e é um de seus principais espelhos. O Mito também passou por imersão em Cotia para entender o trabalho da base tricolor.

No momento, aos 43 anos, ele tenta concluir o segundo módulo do curso de técnicos na Inglaterra, o que deve acontecer em dezembro. Ceni se despediu dos gramados em jogos oficiais em 28 de outubro, na derrota por 3 a 1 para o Santos na Vila Belmiro, na semifinal da Copa do Brasil. Já em 11 de dezembro, recebeu festa no Morumbi com campeões mundiais de 1992, 1993 e 2005.

Ceni será apresentado depois do Campeonato Brasileiro, que termina no dia 4 de dezembro. Pintado será o treinador interino nas duas últimas rodadas.

Comentários

comentários