Robinho decide, Atlético bate Cruzeiro de virada e volta a vencer rival no Mineirão

Da ESPN

Robinho, jogador do Atlético-MG, comemora seu gol durante partida contra o Atlético-MG, válida pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro 2017.

A fase definitivamente virou para o Atlético Mineiro neste Campeonato Brasileiro. O que antes se apresentava como uma briga contra o rebaixamento, agora vira foco na Libertadores. E graças ao grande resultado conquistado pelo Atlético no clássico neste domingo.

A equipe atleticana saiu atrás, parecia que não iria conseguir reagir, mas contou com o brilho de Robinho que, inspiradíssimo no segundo tempo, comandou uma grande virada contra o Cruzeiro no Mineirão e deu a vitória ao Atlético pelo placar de 3 a 1.

Além da vitória, o resultado serviu para quebrar o retrospecto da equipe cruzeirense contra o rival no Mineirão. Com o resultado, o tabu que durava mais de dois anos sem vitória em cima do rival no Mineirão acabou.

A última vitória dos atleticanos contra o Cruzeiro no estádio ocorreu em 19 de abril de 2015, pelo Campeonato Mineiro, quando Lucas Pratto, hoje no São Paulo, marcou os dois gols da vitória por 2 a 1.

Quebra do tabu e retrospecto positivo contra o rival no ano.  A vitória deu ao Atlético Mineiro a vantagem em confrontos contra o Cruzeiro neste ano de 2017. Antes da partida de hoje, retrospecto igual: duas vitórias para cada um e um empate.

Na tabela, o resultado fez o Atlético chegar aos 41 pontos na tabela e ficar no 10º lugar. Já o Cruzeiro, garantido na Libertadores, segue com 47 pontos na 5ª posição.

Em campo, o que se viu foi uma primeira etapa equilibrada nos números. As duas equipes finalizaram sete vezes, mas que mais levou perigo foi Cruzeiro, que criou oportunidades e obrigou uma boa intervenção do goleiro Victor.

Com 22 minutos, Hudson pegou a bola da intermediária e arriscou de longe. A bola passou à direita do goleiro atleticano. Dois minutos depois, foi a vez de Diego Barbosa aproveitar ótima tabela e finalizar para uma ótima defesa de Victor.

Só que depois não teve como. De Arrascaeta fez linda jogada e tocou para Diogo Barbosa. O lateral cruzou para Rafinha que só ajeitou para Thiago Neves pegar um belo chute de primeira e abrir o placar no Mineirão.

 

Comentários

comentários