Representantes do Estado e município não comparecem a reunião para resolver situação da Santa Casa

Nesta manhã (3), representantes de sindicatos da área da saúde reuniram-se com vereadores de deputados na Assembléia Legislativa para resolver a situação do novo contrato com o Hospital Santa Casa. A reunião acabou adiada depois de cerca de 1h30 de atraso por conta do não comparecimento dos representantes da Comissão de Saúde das esferas municipal e estadual.

Deputada Mara Caseiro, presidente da Comissão de Saúde, em negociação com Wilson Teslenco, diretor-presidente da Santa Casa
Deputada Mara Caseiro, presidente da Comissão de Saúde, em negociação com Wilson Teslenco, diretor-presidente da Santa Casa

A deputada Mara Caseiro presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, explicou que eles entraram em contato para explicar que estavam em uma reunião e que precisam discutir encaminhamentos para apresentar soluções concretas entre o governador, prefeito e secretarias de saúde do Estado e do município, “Sabemos que saúde não dá para esperar, mas eles estão em uma tratativa e estou muito confiante de que será uma proposta boa”.

O hospital havia encaminhado um relatório com a prestação de contas as secretarias para que estas acertassem a contribuição de cada uma no novo acordo.

O presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Wilson Teslenco, criticou a ausência dizendo “Isso tudo indica o grau de preocupação e interesse por esse tema e a vontade de resolver tudo isso”.

No domingo (7) o contrato entre o hospital e a Prefeitura vencerá e a entidade terá que decidir que serviços serão cortados. Em entrevista antes do início da reunião Wilson parafraseou um provérbio chinês dizendo que esperava o melhor, mas se preparava para o pior. Ao final ele declarou, “A nós só nos resta absorver esta situação e aguardar, porque para nós é bem fácil aguardar já aqui todos tem plano de saúde, quem vai ficar aguardando mesmo é o cidadão campo grandense, o cidadão sul-mato-grossense”.

A reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa com a Prefeitura de Campo Grande e o Governo do Estado, na Santa Casa da Capital às 14h de segunda-feira (8/6), para tratar o repasse de recursos ao hospital.

Luana Campos

 

Comentários

comentários