Reinaldo diz que não administra para partidos, mas sim para as pessoas

Discurso do governador foi feito na cidade de Água Clara nesta segunda

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reafirmou compromisso com a população de Água Clara e com todos os demais 78 municípios de Mato Grosso do Sul em cumprir as metas estabelecidas com os prefeitos e vereadores até dezembro de 2018. Ele afirmou, em visita ao município da região do Bolsão, que seu governo não administra para partidos políticos, mas, sim, para as pessoas, para o cidadão.

Governador tem percorrido vários municípios de MS (Foto: Imprensa oficial do governo)

Reinaldo Azambuja cumpriu agenda na manhã desta segunda-feira (18), em Água Clara, onde, às 8h, entregou obras de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais, no Jardim Primavera, e de perfuração e ativação de um poço tubular profundo, com investimento total de R$ 4,7 milhões. Ele ainda autorizou licitação de duas pontes de concreto sobre o rio Bonito e o córrego Ribeirão dos Bois, no valor de R$ 3 milhões.

Por meio da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), o Estado executou ainda no município a implantação de 200 metros de rede de água, interligando-a ao novo poço, com investimento de R$ 260 mil. Durante sua visita à cidade, o governador autorizou o início da obra de implantação de um segundo poço tubular, com profundidade de 150 metros e vazão de 50 metros cúbicos, com recursos (R$ 168 mil) da Sanesul.

Construindo parceiras

“Quando fui prefeito de Maracaju, o governo estadual olhava apenas para o município e não para o Reinaldo eleito, não respeitava a vontade popular, e sofremos muito por falta de apoio”, afirmou o governador. “Mas aprendi uma coisa, que é preciso governar sem esse olhar político, e hoje estamos governando com todos os prefeitos, independentemente de cor partidária, e Água Clara é um exemplo.”

Reinaldo Azambuja lembrou que o atual prefeito do município, Edvaldo Alves de Queiróz, o Tupete, foi adversário do PSDB na última eleição, mas hoje tem o Governo do Estado como parceiro. “A escolha da população é soberana e, passada a eleição, a gente tem que olhar é a cidade, esquecer a questão partidária e pensar que Água Clara precisa de investimentos. É o que estamos construindo em todo o Estado”, frisou.

A construção das duas pontes de concreto, conforme o governador, é um investimento com recursos próprios do Estado para atender reivindicação do prefeito e demais lideranças de Água Clara. “A obrigação de um governo não é só pagar salário, é fazer investimento, como estamos fazendo aqui, recuperando, como nunca aconteceu, a MS-324 e a MS-245, para dar melhor condição de tráfego”, prosseguiu.

Recuperação da 262

Para o prefeito Edvaldo Queiróz, o governador abriu as portas de sua administração e tem se empenhado pessoalmente para atender as demandas de sua cidade, citando as pontes de concreto, que vão atender importantes áreas produtivas da região. “Sem essa parceria do governo não teríamos como realizar as obras importantes que estamos recebendo hoje, pois, nessa crise, os repasses só atendem a folha de pessoal, a saúde e a educação”, disse Tupete.

Em se pronunciamento na entrega das obras no bairro Jardim Primavera, Reinaldo Azambuja citou ainda que, em recente viagem a Brasília, reiterou junto ao Ministério dos Transportes, a autorização imediata para reconstrução dos trechos críticos da rodovia BR-262, priorizando o pior deles, entre Água Clara e Três Lagoas. O pedido do governador ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) inclui faixas auxiliares em dez pontos da rodovia.

Reinaldo Azambuja também anunciou que se reuniu em São Paulo com executivos da multinacional Cobb, que atua em Água Clara e outros municípios do Estado no setor de avicultura, e a empresa tem planos de novos investimentos na região. Na ocasião, foi convidado para a inauguração, em breve, de um Centro de Educação Infantil que o grupo estará entregando à população de Água Clara.

Polo moveleiro

Concluindo sua visita ao município, o governador, acompanhado da vice-governadora, Rose Modesto, do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, e deputados Dagoberto Nogueira (federal) e Beto Pereira e Eduardo Rocha (estaduais), visitou o canteiro de obras da fábrica de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF) da Asperbras. A unidade deverá ser concluída no início de 2018, com investimentos de R$ 304,5 milhões.

“A presença da Aspebras trazendo investimentos e gerando empregos e renda mostra que tivemos a capacidade de administrar o Estado, na maior crise do País, e atrair o capital privado tão necessário para desenvolvimento esta região do Bolsão”, destacou Reinaldo Azambuja. “Junto com a Asperbras, não tenho dúvida, Água Clara se tornará um polo moveleiro, para gerar oportunidades de trabalho e renda à querida população dessa cidade”, finalizou.

Comentários

comentários