Real Madri conquista pela 12ª vez Liga dos Campeões em bicampeonato com gols de CR7

Lúcio Borges

Foto: Javier Soriano /AFP

O futebol mundial teve na tarde deste sábado (3), um dos maiores campeonatos se encerrando com mais uma final, que consagrou campeão 2017, também um dos maiores times ou mesmo agora, o maior campeão, que se tornou o Real Madrid, com 12 títulos da Liga dos Campeões. A equipe da Espanha, enfrentou o Juventus, da Itália, marcando três gols e se tornando a maior vencedor da história do torneio na Europa. Um dos maiores jogadores da atualidade, e estrela do time, Cristiano Ronaldo, também se consagrou, marcando duas vezes e fez ele e o time mostrarem suas forças. O Real, ainda com um golaço do brasileiro Casemiro e dois de CR7, bateu a Juventus por 3 a 1 e venceu novamente a Champions, desta vez em Cardiff, no País de Gales.

A jogo marcou outros dois recordes tanto positivos pelo Real, como de negativo para a Juventus. A equipe espanhola conseguiu além do 12º titulo, o fez em outro feito inédito, sendo o primeiro time a conquistar o bicampeonato consecutivo da Liga dos Campeões. Mas, enquanto os Madrilenses celebraram mais uma conquista, os italianos sentiam o amargo gosto da derrota mais uma vez. O vice-campeonato deste sábado, foi o sétimo da Juve e história do clube – ninguém perdeu mais finais que o time de Turim.

A Juventus acabou perdendo, mas foi quem começou a final indo para cima do adversário. Logo aos três minutos, Higuain avançou pelo meio e já arriscou a primeira finalização de longe, obrigando defesa em dois tempos de Keylor Navas. Aos seis, foi Pjanic quem chutou de fora da área, mas o goleiro merengue fez outra boa defesa. Contudo, após o início animador, a partida passou a ficar mais truncada no meio-campo com as duas equipes se estudando. O Real Madrid teve por vezes os onze atletas atrás da linha que divide o gramado e, em cum contra-ataque, o poder de decisão de Cristiano Ronaldo apareceu e os merengues abriram o marcador.

Kroos avançou pelo meio e tocou para Benzema, que fez o pivô e passou para Cristiano. CR7 esperou a ultrapassagem, de Carvajal pela direita e fez o toque para o lateral espanhol, que devolveu no português. Na conclusão, o craque mostrou categoria, bateu de primeira e a bola ainda desviou em Bonucci para vencer o italiano Buffon.

Empate em seguida

A alegria merengue, no entanto, durou pouco, já que Mandzukic decretou o empate com um golaço. Alex Sandro recebeu pela esquerda e levantou na área para Higuain, que dominou no peito e tocou de primeira para o croata. Mostrando categoria, o centroavante dominou sem deixar a bola cair e emendou uma meia-bicicleta para deixar tudo igual em Cardiff.

Antes do final do intervalo, o Real Madrid ainda assustou em outras duas oportunidades, com um chute de Casemiro de fora da área, e em cruzamento de Carvajal que Buffon tirou antes da finalização de Benzema. Do outro lado, a Juve ficou perto da virada em cabeçada de Chielina após escanteio cobrado por Dybala.

Real Madrid amassa a Juventus no segundo tempo

Enquanto a Juventus conseguiu equilibrar a partida na primeira etapa, e foi melhor durante alguns minutos, apesar do equilíbrio, o Real Madrid amassou a Juve no segundo tempo. Com dez minutos, Marcelo e Modric já arriscaram de fora da área, mas pararam em Buffon e na zaga.

Se a dupla não teve sorte em seus chutes, a finalização de Casemiro foi diferente. Aos 15 minutos, Alex Sandro cortou cruzamento para frente e o volante brasileiro chegou mandando a boma de primeira, de muito longe. A bola desviou no calcanhar de Khedira, mudou toda sua trajetória e morreu nas redes.

(Foto: Adrian Dennis / AFP)

A Juve sentiu muito o baque do segundo gol do Real Madrid e ficou perdida em campo. Assim, quatro minutos após o tento de Casemiro, Cristiano Ronaldo apareceu novamente e ampliou a vantagem. Modric tabelou com Carvajal, foi à linha de fundo e, com a bola quase saindo, cruzou para trás. CR7 apareceu de primeira e, quase sem ângulo chutou para o gol, sem chances para Buffon.

Ainda houve tempo para confusão na final da Liga dos Campeões. Sergio Ramos deu um carrinho, cortou a bola pela lateral e deixou o pé para acertar Cuadrado. O colombiano levantou e deu um leve empurrão no zagueiro, que caiu no gramado, o que provocou a expulsão do jogador da Juventus.

Por fim, aos 44 minutos, o Real Madrid ainda consolidou a goleada. Cristiano Ronaldo cobrou falta, a bola desviou na zaga e Marcelo se esforçou pra ir até a linha de fundo e cruzar para Asensio, que bateu firme e fez o quarto do time espanhol, 12 vezes campeão da Champions League. (com informações Gazeta Esportiva.com)

Comentários

comentários