Rapaz que passou mal após ingerir cocaína para fugir de flagrante não será indiciado

Jackson Nogueira com Informações da TV Morena

O delegado da Polícia Civil Rodrigo Yassaka afirmou que não vai instaurar inquérito contra o suspeito de tráfico de drogas que engoliu a cocaína para fugir do flagrante por falta de materialidade dos fatos.

“Nesse caso específico, como a droga não foi apreendida, nós vamos ouvir esse indivíduo e o modus operandi dele, mas ele não vai responder criminalmente por esse fato”, explicou o delegado.

O homem de 45 anos estava no ônibus parado na BR-163, em Jaraguari, município a 43 quilômetros de Campo Grande, na noite de quinta-feira (1), para fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os policiais suspeitaram dele porque estava nervoso e mastigando algo de forma anormal. O homem foi retirado do coletivo e cuspiu um invólucro contendo aproximadamente 5g de cocaína.

Um militar do Corpo de Bombeiros que estava no ônibus ajudou na prestação de socorro ao homem com a equipe de emergência da CCR MSVia, além de um médico que passava pelo local no momento da ocorrência.

Ele foi internado no hospital da cidade, mas por causa da gravidade foi transferido para o Hospital Regional, na capital sul-mato-grossense. O estado de saúde continua grave, segundo a PRF.

 

Comentários

comentários