Radar portátil flagra veículos acima da velocidade e uso de celular

Além dos trabalhos educativos realizados pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), as equipes de fiscalização se empenham em atividades rotineiras para coibir os veículos e condutores irregulares de Campo Grande. Nesta manhã de terça-feira (21), das 8h30 às 10h, uma operação utilizando radar portátil foi realizada na Avenida Duque de Caxias, com a Avenida Manuel Ferreira.

21porta
Agentes fiscalizaram Avenida Duque de Caxias (Foto: Divulgação)

A via é de 50 km/h e foram notificados 68 condutores por excesso de velocidade. Também foram autuados 10 condutores por uso de celular e faixa exclusiva para determinado veículo (como ônibus ou ambulância). Tanto o radar estático como o portátil estão em funcionamento na Agetran há cerca de dois anos e têm o objetivo de fiscalizar o excesso de velocidade em vias públicas de Campo Grande.

A fiscalização é atividade rotineira da da Agetran. Em média, o radar móvel é utilizado de 4 a 6 vezes por semana, nos pontos estratégicos da cidade, como nos locais onde ocorrem mais incidências de acidentes. Em alguns períodos, há reforço na fiscalização e parcerias importantes com a Bptran (Batalhão de Policiamento de Trânsito) para montar um combate mais ostensivo, já que a violência no trânsito vem alarmando a sociedade.

Os trabalhos dos 138 agentes de fiscalização, contando com a Guarda Municipal, ocorrem por escala, diuturnamente, em todas as regiões de Campo Grande e inclusive nos bairros distantes. Mas como nem sempre é possível flagrar todas as infrações, a Agetran pede a colaboração dos munícipes para informar via WhatsApp da Ouvidoria da Prefeitura (067) 9182 2677.

Comentários

comentários