Quatro municípios de MS terão reforço das Forças Armadas durante eleições

Forças Armadas atuarão nas eleições em MS (Foto: Divulgação )
Forças Armadas atuarão nas eleições em MS (Foto: Divulgação )

Militares da Marinha, Exército e Força Aérea vão atuar no apoio logístico das eleições municipais deste ano em 107 cidades.

Até o momento, esse apoio se dará nos Estados do Acre (41 localidades), Amazonas (29), Amapá (5), Mato Grosso do Sul (4) e Roraima (28).

Apesar de MS ser um dos estados citados, o TSE não lista quais os municípios contemplados com o apoio de tropas federais.

Além do efetivo militar, também serão utilizadas aeronaves, embarcações e viaturas para o deslocamento até os locais de atuação das tropas.

Desde 1994, a Justiça Eleitoral conta com o apoio logístico das Forças Armadas para locais de difícil acesso ou em situação de violência durante as eleições. Previstas para os dias 2 e 30 de outubro, as eleições municipais contarão com as Forças Armadas para transporte de pessoas e materiais utilizados durante a votação e apuração.

O apoio das Forças Armadas a esses locais foi oficializado ontem quarta-feira (14) por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial da União.

Segundo o texto, o Ministério da Defesa empregará tropas das Forças Armadas durante o período eleitoral, atendendo à solicitação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Segurança


Os Estados do Rio de Janeiro e Tocantins deverão receber tropas militares para apoio na segurança durante o processo eleitoral.

O número de localidades atendidas e do efetivo empregado pode aumentar, conforme novas solicitações do Tribunal Superior Eleitoral.

Para atuação das Forças Armadas no pleito deste ano, o presidente Michel Temer assinou um decreto, publicado no dia 23 de agosto, em que autoriza o emprego dos militares para a garantia da ordem pública durante a votação e apuração das eleições.

Além do apoio logístico, as Forças Armadas, quando solicitadas, podem atuar na GLO (Garantia da Lei e da Ordem), no primeiro e segundo turno das eleições, com a finalidade de permitir que os candidatos entrem em redutos eleitorais com segurança, bem como no entorno da área de votação.

A atividade, prevista na Constituição, também assegura condições para que a população possa exercer a cidadania e votar com tranquilidade.

Comentários

comentários