Bandidos sequestram amigos em roubo de caminhonete e são presos na fronteira

Dois amigos, de 20 e 24 anos, que tiveram os nomes preservados, foram vítimas de sequestro relâmpago e permaneceram cerca de seis horas em poder de quadrilha de assaltantes durante o roubo de uma caminhonete, modelo Triton, ocorrido no início da madrugada de ontem, nas proximidades da Avenida Júlio de Castilhos, no Conjunto Azaléia, em Campo Grande.

Condutor só parou depois de capotar o veículo Foto: PMRE
Condutor só parou depois de capotar o veículo Foto: PMRE

O pai do dono do veículo, que denunciou o crime ao Grupo Armado de Resgate a Assaltos e Sequestro (Garras), na Capital, contou que o filho havia saído de casa no início da madrugada para pegar um amigo na casa dele, nas imediações da Avenida Júlio de Castilhos. Depois disso, não tiveram mais contato e, por volta das 6h desta terça-feira (19), recebeu telefonema com o aviso de que o filho e o amigo haviam sido roubados e sequestrados.

Segundo informações das vítimas, seis assaltantes os abordaram na região do Conjunto Azaléia, próximo da Avenida Júlio de Castilhos e pelo menos quatros dos criminosos entraram na caminhonete e amarraram às vítimas, os demais entraram em um Fiat Uno, que serviu de batedor. Eles seguiram para a cidade de Ponta Porã, cidade a 346 quilômetros ao sul de Campo Grande.

Pelo caminho, eles estavam em contato direto por telefone com o outro veículo que funcionava como ‘batedor’. No meio do caminho, na cidade de Itaporã, a 225 quilômetros ao sul de Campo Grande, os criminosos pararam o veículo no acostamento e deixaram as vítimas em uma área de mata.

Os reféns conseguiram se soltar e pediram socorro pelo local. A polícia foi avisada e as famílias das vítimas que procuraram a Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) para a fazer o registro do crime.

Por conta de um localizador que há na caminhonete, o veículo foi abordado em um posto do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) próximo a fronteira com o Paraguai, na MS-164.

Houve troca de tiros e quatro ocupantes do veículos foram detidos, um deles foi identificado como sendo um adolescente, conforme informações dos policiais militares. Os nomes deles ainda não foram divulgados.

Segundo o delegado de Ponta Porã, Jarley Inácio de Souza, os bandidos tentaram fugir de barreira policial e capotaram a caminhonete. Alguns tiveram ferimentos em decorrência do acidente, mas por enquanto não foi divulgado o estado de saúde deles.

Os envolvidos são levados para a delegacia local para depoimentos. Os outros dos integrantes da quadrilha são procurados.

Comentários

comentários