Puccinelli anuncia pré-acordo com PSB e PR para definir candidato da Capital

O ex-governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), reiterou que não será candidato. nas eleições de outubro próximo O anúncio foi feito durante reunião no Diretório peemedebista, na manhã desta segunda-feira (25) em Campo Grande.Ele ressaltou os possíveis nomes na disputa: deputado Carlos Marun e o senador Waldemir Moka, ambos do PMDB, mas falou sobre um pré-acordo com o PR, do Sergio Longen, e PSB de Tereza Cristina.

Ex-governador assume liderança em negociações para as eleições deste ano
Ex-governador assume liderança em negociações para as eleições deste ano

Segundo André, existe um combinado, ainda não definido, para que dos quatro nomes saia um candidato. “Tudo isto tem de avaliar em pesquisa, para saber como eles estão perante a população”, concluiu.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e presidente regional do PMDB, Junior Mochi, a aliança é considera estratégica para o PMDB. Porém, ele aposta na candidatura de um membro do partido, como Moka ou Marun.

“Hoje é a nossa primeira reunião e nós temos fazer uma levantamento. Primeiro, temos que fazer com cada pré-candidatos a prefeito e depois com cada pré-candidatos a vereador. Nós teremos que fazer essa tarefa em cada um dos municípios para decidir os candidatos”, explicou.

Recentemente chegado ao PMDB, depois de deixar o PTdoB, o deputado Márcio Fernandes, chegou até ser cotado pelo ex-governador como possível pré-candidato a Prefeitura da Capital, no entanto, ele não aparece mais na lista. Ainda assim, ele segue confiante.

“Nós já sabemos que o Moka não tem interesse e vai depender das sugestões desta reunião. Pelo que vi o Marun seria o mais cotado e com o Michel Temer na presidência, o PMDB fica mais forte. O meu candidato para a Capital era o André Puccinelli”, despistou.

Comentários

comentários