Próxima semana na AL-MS haverá três audiências públicas que inclui até o Impeachment

 (Foto: Assessoria/ALMS)
(Foto: Assessoria/ALMS)

A agenda da próxima semana na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, além das sessões ordinárias de terça a quinta-feira, tem programado três audiências públicas que inclui até uma sobre o Impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. As demais são para prestar conta e de debate sobre um Projeto de Lei a ser aplicado nas escolas do Estado.

Os deputados estaduais, bem como todo os servidores, abrem a semana na segunda-feira (4) com a participação na Santa Missa do mês de julho, que será realizada às 9h, no Plenarinho Nelito Câmara. O celebrante será o missionário redentorista padre Sérgio Campos, do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Na terça-feira (5), o Plenarinho sedia a reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), às 8h. Para a quarta-feira (6) às 13h30 está agendada, por proposição da bancada do PT, uma audiência pública para debater o Projeto de Lei 219/2015, de autoria do deputado Lidio Lopes (PEN), que dispõe sobre a implementação de atividades com fins educativos para reparar danos causados por alunos ao ambiente escolar na Rede Pública Estadual de Mato Grosso do Sul.

Ainda na quarta-feira está agendada outra audiência pública, às 14h no Plenarinho, para a prestação de contas da Secretaria Estadual de Saúde à Comissão Permanente de Saúde da Assembleia Legislativa, referente aos investimentos e despesas do 1º Quadrimestre de 2016.

TAC e Impeachment

Na quinta-feira (7) está prevista uma reunião às 14h no Plenarinho, por proposição da deputada Mara Caseiro (PSDB), para fiscalização do cumprimento da cláusula sétima do Termo de Ajustamento de Conduta celebrado com as telefonias móveis, resultado da CPI da Telefonia Móvel instaurada e finalizada em 2014 na Casa de Leis.

As empresas acordaram em cumprir, dentre outras coisas, o investimento de R$ 100 milhões em melhorias e instalação de 400 novas antenas em todo o Estado, para os próximos dois anos, além de se reunirem uma vez por semestre com os parlamentares estaduais para comprovarem os investimentos.

A semana finaliza com outra audiência pública proposta pela bancada do PT, às 19h na sexta-feira (8/7), de nome “Impeachment: aspectos legais”, sobre o processo em andamento da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). O evento foi proposto em parceria com o movimento Frente Brasil de Juristas pela Democracia/MS.

 

Comentários

comentários